Home - Convergência Digital

Novo ransomware, batizado de WannaLocker, ataca smartphones

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 09/06/2017

Um novo ransomware está surgindo e acendendo o sinal amarelo dos especialistas. Trata-se do "WannaLocker", que ataca apenas dispositivos móveis. Ele está por enquanto atacando usuários chineses do Android, conta Nikolaos Chrysaidos, Head de Mobile Threat Intelligence & Security, da Avast.

A tela da mensagem de resgate do WannaLocker, diz o especialista, pode ser familiar, já que parece idêntica (veja abaixo) à tela do ransomware WannaCry, aquele que se espalhou pela Internet em 12 e 13 de maio passado. Outro aspecto interessante, diz ele, é que o Wanna Locker criptografa arquivos do armazenamento externo do dispositivo infectado, algo que não se via desde o Simplocker, em 2014.

De acordo com a Avast, o ransomware móvel está se espalhando nos fóruns de jogos chineses: as vítimas estão sendo enganadas ao fazerem download de um suposto plugin para o popular jogo chinês King of Glory, quando na verdade estão beixando o malware, alerta o pesquisador da Avast.

O primeiro sinal da contaminação é que ele esconde o ícone do jogo e muda o papel de parede do smartphone para uma imagem de ‘anime’. Em seguida, começa a criptografar arquivos no armazenamento externo do dispositivo. Depois que essa ação termina, explica Chrysaidos, o ransomware então exige um resgate de 40 Renminbi chineses, equivalentes seis dólares americanos. Não é muito comparado ao que o Simplocker exigiu no passado (cerca de USD 200), pondera ele.

“O fato de que o resgate está sendo exigido em moeda corrente e não em criptomoeda como o Bitcoin indica que as pessoas por trás do ataque estão tentando ganhar dinheiro rápido. No entanto, isso é arriscado para os criminosos pois o dinheiro pode ser facilmente rastreado, ao contrário do envio por meio de criptografia. O resgate pode ser pago usando-se os métodos de pagamento chineses QQ, Alipay e WeChat”, acrescenta Chrysaidos.

Um exame no código do malware mostra que os arquivos são criptografados usando criptografia tipo AES: “São criptografados apenas arquivos cujos nomes não começam com um "." e são ignorados tambem arquivos cujos nomes de caminho (path) contenham "DCIM", "download", "miad", "Android" e "com". Também são ignorados arquivos menores do que 10 KB”, detalha Nikolaos Chrysaidos.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/12/2017
Novo golpe do boleto já distribuiu quase 300 mil e-mails no Brasil

07/12/2017
Jovem de 20 anos vazou os dados de 57 milhões de usuários do Uber

04/12/2017
Ataques DDoS aumentam 138% e ficam, em média, em 300 Gbps no Brasil

29/11/2017
Páginas falsas de emprego enganam mais de 300 mil brasileiros

23/11/2017
Hackers brasileiros chantageiam vítimas e cobram 'resgate' em bitcoins

09/11/2017
Erro de programação coloca 180 milhões de celulares em risco de ação hacker

27/10/2017
Bad Rabbit: ransomware usa código do ataque do Petya e segue como de 'alto risco'

24/10/2017
Agosto registrou uma tentativa de fraude a cada 14,5 segundos no Brasil

24/10/2017
Golpe usa nome da Receita Federal em regularização de dados cadastrais

10/10/2017
Golpe do 14º salário no WhatsApp atinge 770 mil brasileiros

Destaques
Destaques

Migração total do 2G exige smartphones mais baratos

Para o Sinditelebrasil, preço dos aparelhos é barreira para os 36 milhões de usuários que ainda têm acessos GSM. Acessos 4G superaram os 3G em outubro.

5G terá 1 bilhão de assinantes em 2023

Estudo da Ericsson projeta um tráfego global de dados móveis acima de 100 Exabytes por mês dentro de seis anos. O 4G, LTE, será a tecnologia móvel dominante até o final deste ano.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Teles Tradicionais X Especializadas: o dilema para a IoT

Por Fábio Trindade

M2M e a Internet das Coisas são elementos centrais no debate das novas tecnologias que formarão o futuro em torno da 5G e continuarão em crescimento vertiginoso.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site