Home - Convergência Digital

Venda de celulares cresce 25,4% no 1º tri e receita chega a R$ 13,3 bi

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 06/06/2017

O mercado brasileiro de celulares mostrou sinais de recuperação nos primeiros três meses de 2017. Entre janeiro e março, foram comercializados 12,4 milhões de celulares, crescimento de 25,4% na comparação com o mesmo período de 2016, revela estudo da IDC Brasil. Em receita, os smartphones movimentaram R$ 13,3 bilhões, ou seja, 22,6% a mais do que no primeiro trimestre do ano passado, quando os aparelhos geraram R$ 10,9 bilhões de receita. Já os feature phones registraram, no primeiro trimestre de 2017, R$ 108,7 milhões, ante R$ 139,4 milhões no mesmo período de 2016, baixa de 22%.

“O pior momento do mercado de celulares no Brasil, vivido no início de 2016, foi superado e, dos últimos dez meses, em nove houve aumento de vendas”, diz Leonardo Munin, analista de pesquisa do mercado de celulares da IDC para América Latina Segundo ele, no ano passado, o dólar em alta, as alterações na MP do Bem e as incertezas político-econômicas do país, que resultaram em estratégias mais conservadoras por parte dos fabricantes, fizeram com que o setor apresentasse queda.

Já no primeiro trimestre deste ano, além da estabilização da moeda norte-americana, o que mais influenciou o crescimento nas vendas foram os lançamentos de marcas importantes por preços similares às versões anteriores e o resgate das contas inativas do FGTS. O estudo da IDC Brasil mostra também que o tíquete médio dos smartphones passou de R$ 1179, no primeiro trimestre de 2016, para R$ 1142 no mesmo período deste ano.

“A venda de aparelhos com preço acima de R$ 1300 foi a que mais cresceu entre janeiro e março, passando de 18,8%, em 2016, para 25,5%, em 2017. Pela primeira vez essa faixa de preço ficou atrás apenas dos celulares com preços entre R$ 700 a R$ 999, que representaram 49% do mercado”, ressalta Munin. Para 2017, a IDC Brasil se mantém otimista e prevê aumento de 7,2% no mercado total de celulares.

“Devemos ter 47 milhões de smartphones vendidos e 4,2 milhões de feature phones até o fim de 2017. As fabricantes estão com estratégias bem competitivas, o que fomenta as vendas. Além disso, temos uma base de 121 milhões de smartphones no Brasil e o número de aparelhos antigos é grande. Isso pode fazer com que os usuários busquem modelos mais novos e, consequentemente, impulsione as vendas” finaliza Munin.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/09/2017
Tristeza triplica uso de apps e redes sociais

13/09/2017
Smartphones respondem por seis em cada 10 conexões na América Latina

22/08/2017
Vendas globais de smartphones cresceram 6,7% no segundo trimestre

28/07/2017
Vendas globais de PCs e smartphones cairão em 2017

24/07/2017
CRM e BPO se rendem ao smartphone

07/07/2017
Demanda por chips de memória faz lucro da Samsung disparar

03/07/2017
Samsung remanufatura smartphone que pegou fogo

28/06/2017
Smartphone supera computador para acesso de notícias no Brasil

23/06/2017
Uber ganha destaque na tela inicial dos smartphones dos brasileiros

06/06/2017
Venda de celulares cresce 25,4% no 1º tri e receita chega a R$ 13,3 bi

Destaques
Destaques

4G mostra força diante da expectativa pelo 5G

Na América Latina,o crescimento das conexões LTE foi expressivo e a participação da tecnologia deve chegar a 28% até dezembro, alcançando 198,6 milhões de conexões ativas. No mundo, foram 2,37 bilhões de assinaturas LTE, um impulso de 59% de junho de 2016 a junho de 2017.

Internet das Coisas: redes LPWA serão um mercado de US$ 1,8 trilhão

Projeção da GSMA é de que as teles móveis alcancem esta receita em 2026. As casas conectadas vão impulsionar o consumo mais do que os carros conectados. Estimativa é que 483 milhões das conexões ativas em 2022 serão em redes comerciais de baixa potencia e grande alcance (LPWA, na sigla em inglês).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Inteligência Artificial já faz parte da sua vida

Por Eduardo Prado*

Existem aplicações que já estão dando o que falar e a IA será cada vez mais onipresente, aponta o especialista e consultor Eduardo Prado, em artigo exclusivo para o Portal Convergência Digital.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site