SEGURANÇA

Roubo de dados vai causar um prejuízo acima de R$ 26 trilhões até 2020

Convergência Digital ... 30/05/2017 ... Convergência Digital

Um relatório da Juniper Research apura que a conectividade cada vez maior associada a medidas de segurança corporativa inadequadas devem provocar um  prejuízo equivalente a R$ 26 trilhões ao longo dos próximos cinco anos, por conta do acesso a dados por cribercriminosos. 

Em estudo sobre ameaças e contramedidas com projeções até 2022, a empresa indica que que a quantidade de dados pessoais capturada por esses criminosos deve dobrar de tamanho rapidamente, de 2,8 bilhões neste 2017 para 5 bilhões em 2020. 

“Apesar do surgimento de novas e inovadoras soluções, isso destaca que os problemas de segurança cibernética se tornam particularmente agudos quando as empresas integram sistemas antigos e novos sem cuidados com o estado geral da rede”, diz a Juniper Research.

A análise também mostra que ransomware está se tornando uma forma muito avançada de malware – especialmente porque o resgate de dados e mesmo dispositivos se tornou mais fácil e até mais valioso que o roubo de informações financeiras. Segundo a Juniper, assim como aconteceu com os Trojans bancários, ransomware vão rapidamente se desenvolver em ferramentas de fácil utilização, que dispensarão maiores conhecimentos de programação. 

Sem o mesmo fôlego para investir, pequenas e médias empresas são as mais ameaçadas, diz o estudo – é um segmento que aplica menos de R$ 13 mil por ano em medidas de segurança cibernética. E não há perspectiva de evolução acima do aumento marginal desses gastos ao longo dos próximos cinco anos. “Essas empresas também tendem a usar softwares antigos, como os explorados nos recentes ataques do WannaCry.”


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Novo golpe do boleto já distribuiu quase 300 mil e-mails no Brasil

Malspam (spam malicioso) foi criado especialmente para vítimas brasileiras, revela a Unit 42. Os boletos falsos são para roubar dados, senhas e nomes de usuários.

Ataques DDoS aumentam 138% e ficam, em média, em 300 Gbps no Brasil

A amplificação dos ataques de negaçaõ de serviço acendeu o sinal vermelho nas autoridades de segurança de rede do País. Os ataques mais comuns são os botnets de Internet das Coisas.

PROTESTE reprova antivírus usados nos celulares brasileiros

Associação de Consumidores testou 22 versões pagas e gratuitas de marcas como Eset, Bitdefender, GData, Kaspersky, Norton, Avira, Avast, McAffe e 360 Security. Nenhum atendeu a todos os requisitos técnicos testados.

Tokelau, com 1,5 mil habitantes, é o domínio mais usado para golpes

Código de país da ilha polinésia, ‘.tk’, é largamente utilizado para golpes na rede, segundo pesquisa global sobre phishing.



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G