Clicky

TST nega contrato de músico para conversão em toques de celular

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/05/2017 ... Convergência Digital

Chegou ao fim na Justiça do Trabalho um processo que tramitou até a última instância e foi concluído com a negativa do TST para que um músico tivesse registro em carteira como músico, por ter convertido músicas conhecidas para toques de celular. 

“Embora o reclamante seja músico de formação, o conhecimento predominante no trabalho perante a reclamada era o de informática”, conclui o Acórdão da Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho. Em essência, manteve a posição do TRT de Minas Gerais, que concluíra que “apesar da necessidade de conhecimento musical, o trabalho consistia em adaptar uma música já existente a um toque de celular, usando para isso um programa de computador”.

A ação remonta à primeira metade dos anos 2000 e o sucesso dos ‘ringtones’. O processo envolve aquela que foi a maior empresa desse mercado, a Takenet, que vendia 50 milhões de downloads por ano quando foi comprada por um grupo japonês.  

Ao apelar à Justiça do Trabalho pelo registro na Carteira, um dos “compositores dos ring tones” alegou que as atividades de audição, captação, preparação e transcrição das músicas, para que fossem transformadas e adaptadas pelos meios digitais somente poderia ser executado por um músico especializado. 

Mas TRT e TST mantiveram o entendimento de que “trata-se de atividade para cuja realização concorrem alguma musicalidade, por certo, e técnica de informática, predominantemente”. E no mesmo sentido negaram o pagamento de direitos autorais de intérprete.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Por casa conectada, Vivo negocia opção de ser acionista minoritária na CDF

A CDF é um marketplace de solulções de assistência residencial e tecnológica e que já é parceira na oferta do Vivo Guru. Os novos serviços serão lançados em breve, mas um deles será voltado para a instalação e  configuração de dispositivos inteligentes.

Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

“Existe uma portaria, mas os requisitos ainda não estão completamente claros”, afirma o diretor de cibersegurança da fabricante chinesa, Marcelo Motta.

Oi entra na briga pela fibra ótica em São Paulo

Companhia diz que os pilotos comercial e de rede estão acontecendo e o lançamento ao mercado será no segundo trimestre (abril a junho) para os mercados B2C e B2B. A Oi vai usar 5,2 mil Km de rede própria oriundas da compra da MetroRed e da Pegasus no passado.

Brasileiro retorna ao pré-pago e sonha com superaplicativo

O brasileiro diz que o pré-pago oferece maior flexibilidade de uso, de acordo com pesquisa global feita pela Ding. O estudo também mostra que os brasileiros querem um superaplicativo que combine mensagens instantâneas com mídia social, varejo e serviços.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G