Home - Convergência Digital

Brasil terá 1 smartphone para cada habitante ainda em 2017

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 19/04/2017

Os smartphones estão provocando uma ruptura nos processos empresariais e no modo de consumo de Tecnologia no Brasil. Tanto é assim que cada brasileiro terá um smartphone até o final deste ano, projeta o professor Fernando Meirelles, do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (GVcia) FGV EAESP. Atualmente, o número de smartphones está em 198 milhões. Nos próximos dois anos, o total poderá chegar a 236 milhões.

Nesta quarta-feira,19/04, a entidade divulgou a 28ª Pesquisa Anual do Uso de TI nas Empresas, com a participação de 2540 empresas de médio e grande porte do Brasil. O estudo, em contrapartida, revela que a venda de PCs - desktops, notebooks e tablets - despencou quase 15% e ficou em 12 milhões de unidades em 2016. Em três anos, a queda contabilizada é de quase 50%. E para este ano, numa estimativa otimista deve manter esse mesmo montante, ou seja, 12 milhões de unidades relatou Meirelles.

O levantamento da FGV mostra que, hoje, existem 166 milhões de computadores (desktop, notebook e tablet) em uso no Brasil. Isso significa que são 4 computadores para cada 5 habitantes. A previsão de chegar a 1 por 1 foi adiada para 2020/2022. "O Brasileiro não deixou de comprar tecnologia. Ele deixou de comprar computador. O smartphone é o objeto de desejo e por isso está batendo a marca de 1 para 1 ainda em 2017. Ele causa uma ruptura no consumo pessoal e no consumo empresarial. As empresas não têm como impedir o BYOD, ou seja, que cada funcionário use o seu dispositivo. O smartphone é pessoal e intransferível", avalia Fernando Meirelles.

A pesquisa mostra ainda que, hoje, o Brasil possui 280 milhões de dispositivos móveis conectáveis à Internet no Brasil, ou seja, notebook, tablet e smartphone, o que representa 1,4 dispositivo portátil por habitante (140%). O levantamento apura ainda que, no mundo, existem, hoje, 8.5 bilhões de telefones (incluindo telefones fixos), 6 bilhões de TVs e 5 bilhões de computadores (desktops, notebooks e tablets).

"Para 2018, a nossa principal decisão será considerar o smartphone um computador ou não. Em 2017, não consideramos, mas estamos bem perto de achar isso. Hoje, o smartphone é computador dos jovens. A ruptura é real e está mudando a indústria", completou o professor Fernando Meirelles. Ainda segundo os dados, o Brasil vendeu 1,8 bilhão de telefones, sendo metade desse montante para a China.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/02/2019
Maioria descarta ficar um único dia sem celular

11/02/2019
Guerra comercial entre EUA e China derruba Apple

14/01/2019
Dólar valorizado travou a venda de smartphones no Brasil

09/11/2018
Huawei supera Apple e se sustenta na 2ª posição do mercado de smartphones

25/10/2018
Samsung processa ‘embaixadora’ da marca por usar iPhone em público

19/10/2018
No Brasil, mais de 60% usam smartphone próprio para fins profissionais

20/09/2018
Simulador de incidentes para smartphones vence Hackathon para Indústria 4.0

18/09/2018
Brasil vende menos celulares no primeiro semestre

13/09/2018
Smartphones serão principal instrumento para compras online

03/09/2018
Mais de 40% dos brasileiros se assumem como dependentes do smartphone

Destaques
Destaques

Para Ericsson, 5G vai fazer acontecer, de verdade, a indústria 4.0

Presidente da fabricante para a América do Sul, Eduardo Ricotta, diz que uma operadora com 50 Mhz a 80 Mhz terá espectro para oferecer bons serviços, especialmente, o da banda larga fixa móvel. "Há cidades no Brasil, com menos de 100 mil habitantes, com conexões de 2 Mbits. O 5G vai chegar oferecendo bem mais", observa.

5G vai gerar 15 milhões de novos empregos até 2025

O ecossistema 5G está em ebulição e demandará muita mão de obra, afirma o diretor da Huawei, Carlos Roseiro. Segundo ele, vão surgir aplicações, muitas ainda inimagináveis, nos próximos seis anos. "O 5G começa hoje. A frequência virá para dar mais capacidade", observa o especialista.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desvende 10 mitos sobre os cartões biométricos

Por Cassio Batoni*

Como toda nova tecnologia, os questionamentos sobre a sua segurança e e a sua confiabilidade ainda existem e são compreensíveis, mas ela veio para ficar. A impressão digital surge como a confirmação principal de que o usuário é quem diz ser.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site