Convergência Digital - Home

Governo prioriza nuvens híbridas e mantém proibição às salas-cofre

Convergência Digital
Convergência Digital* - 12/01/2017

A Secretaria de Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (STI/MP) ampliou as orientações para contratação de soluções de TI, para órgãos integrantes do Sistema de Administração dos Recursos de Tecnologia da Informação (SISP). Em 27 de dezembro de 2016, houve publicação de documento com orientações, boas práticas e vedações feitas pela STI para contratação de produtos e serviços de TIC, na Administração Federal.

“A STI quer dar mais publicidade às boas práticas de contratação, apoiar e orientar os gestores de TI do Governo Federal na melhoria dos processos de aquisição de produtos e serviços de tecnologia”, afirmou o secretário adjunto de Tecnologia da Informação, Wagney de Godoy.

Para facilitar o entendimento do estudo, as orientações estão divididas em três partes: contratações de sistemas e serviços de Big Data e Analytics; contratações de serviços de desenvolvimento e manutenção de sistemas; e contratação de serviço de desenvolvimento' e sustentação de portais web utilizando a plataforma de Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo – CMS (Content Management System). Entre as recomendações principais estão:

Para  os  casos  de  serviços  de  TIC  que  não  comprometam  a  segurança  nacional, incluindo   Serviços   de   TIC   Próprios,   recomenda se   aos   órgãos   contratar preferencialmente Nuvem Híbrida, como Modelo de Implantação, de fornecedor público ou privado. Com isso, é possível valer se dos benefícios dos modelos de  nuvem  pública  (elasticidade  e  agilidade)  e  privada  (desempenho  garantido devido ao recurso dedicado), e ao mesmo tempo minimizar os riscos e otimizar
os custos advindos de cada modelo.

A aquisição de equipamentos de infraestrutura de TI, como servidores e storages, só está permitida com a autorização da autoridade máxima do órgão ou do Comitê de Governança Digital.

A regra mantém a proibição às salas-cofres, antecipada pelo portal Convergência Digital, em setembro do ano passado.

1. Fica  vedada  a  contratação  de  salas cofre  e  salas  seguras  por  órgãos  integrantes do SISP.
i. Solicitações  de excepcionalização  ao  disposto  no  caput  deverão  ser  submetidas  pelo  órgão,  com  as  devidas  justificativas,  à  apreciação  da  STI.

O portal Convergência Digital publica a íntegra das determinações da STI, do Planejamento, para as compras de serviços na nuvem.


ARTIGO . Por Melissa Torgbi

Cientista de dados: seja curioso, se envolva e tenha muita disposição para resolver problemas

Há muita empolgação acerca do termo “ciência de dados” atualmente. Para nós que queremos ser cientistas de dados, há alguns requisitos. Um deles: ter muita, mas muita vontade de aprender o tempo todo.

Destaques
Destaques

Empresas ambicionam mais Inteligência Artificial, mas sofrem com falta de talento

Um apesquisa global da Bain mostra que três em cada empresas, instigadas pela covid-19 e a aceleração da digitalização, se preparam para investir mais em inteligência artificial e machine learning. Mas assumem que as dificuldades não são poucas.

Eneva investe R$ 3 milhões para unir gás à energia com a IA ALINE

Software, que utiliza algoritmos de machine learning, foi desenvolvido em parceria com o Instituto Tecgraf da PUC/Rio e está sendo testado no Maranhão. Próxima etapa é um projeto de pesquisa com foco na integração da produção do gás onshore com a geração de energia, o que significa usar IA em um projeto 100% conectado.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O que é o balanceamento de carga de alta disponibilidade?

Por Ivan Marzariolli *

A alta disponibilidade começa com a identificação e eliminação de pontos únicos de falha em sua infraestrutura que podem desencadear uma interrupção do serviço - por exemplo, implantando componentes redundantes para fornecer tolerância a falhas no caso de um dos dispositivos estiver com problemas.

Dados em tempo real fazem toda a diferença no e-commerce

Por Leandro Rodriguez*

O tempo se tornou o fator crítico no relacionamento entre vendedor e comprador. Levar informações em tempo real a uma filial local ou a gerentes de loja pode ser determinante para a aquisição de clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site