SEGURANÇA

Política Nacional de Segurança da Informação não vai coibir o uso da Internet

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 29/11/2016 ... Convergência Digital

Milhares de ataques acontecem semanalmente às redes do governo federal no Brasil e há uma mobilização para se criar uma Política Nacional de Segurança da Informação, nos moldes do realizado para a elaboração do Marco Civil da Internet, revelou o coronel Arthur Sabbat, do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, durante o Painel Telebrasil 2016.

Segundo Sabbat, se trabalha para liberar uma consulta pública sobre o tema a partir de março de 2017 para se ter um projeto de lei para ser enviado ao Congresso Nacional, se possível, no segundo semestre do próximo ano. "Educação, Ciência e Tecnologia, Governança, Defesa estão nesta política. Mas ela não será feita apenas pela GSI. A consulta pública será para todos", pontua. Telecomunicações é infraestrutura crítica e ela será trabalhada de forma detalhada, acrescenta o coronel.

A proposta da Política Nacional de Segurança da Informaçaõ não é coibir ou vetar o uso da internet, garante o coronel Arthur Sabbat. Ele se mostra preocupado com o avanço da Internet das Coisas, Big Data e cloud computing. Assistam a entrevista.


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Golpe do cupom falso de desconto do Uber pega mais de 40 mil brasileiros

A campanha propagada por email foi identificada no sábado, dia 17, e segue ativa no país.

Golpe via WhatsApp que simula consulta para resgate do FGTS já atingiu mais de 360 mil brasileiros

Ação dos hackers é amplificado por meio de mensagens de contatos conhecidos ou de grupos do próprio WhatsApp, dizendo que as pessoas que trabalharam com carteira assinada entre 1998 e 2016 podem receber, por meio da Caixa.

Roubo de dados vai causar um prejuízo acima de R$ 26 trilhões até 2020

Estudo mostra que a quantidade de dados pessoais capturada por esses criminosos deve dobrar de tamanho rapidamente, de 2,8 bilhões neste 2017 para 5 bilhões em 2020.

Mais de 100 mil brasileiros acessaram novo golpe via WhatsApp

Em 48 horas, uma campanha falsa prometendo um vale-presente de R$ 500,00 nas Lojas Pernambucanas é a nova frente dos cibercriminosos para roubar dados pessoais.



  • Copyright © 2005-2017 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G