SEGURANÇA

Defesa para ataques cibernéticos passa por definir ativos a serem protegidos

Roberta Prescott e Luiz Queiroz ... 04/10/2016 ... Convergência Digital

A motivação para os ataques cibernéticos hoje são diversas e vão desde as organizações bem financiadas, que possuem inclusive profissionais de marketing para vender as informações roubadas, até os chamados lobos solitários que fazem ações sozinhos.

Além disto, a maneira de agir dos criminosos muda constantemente, dificultando o combate por parte dos governos e das empresas, enfatizou Christopher J. Furlow, veterano da Casa Branca e atual presidente da Ridge Global, empresa consultoria de gestão de risco internacional, em entrevista à CDTV, do Convergência Digital, durante o WCIT 2016, que acontece em Brasília.

Para endereçar este desafio, Chris Furlow recomenda que as empresas e o governo identifiquem quais são os ativos mais importantes que precisam defender e quais são as vulnerabilidades antes de desenvolver um plano de ação. O especialista também comentou a dificuldade em se balancear privacidade e segurança dentro das políticas de prevenção de ataques cibernéticos. Assista ao vídeo.


Soluções de Segurança para a Sociedade
Não delegue a segurança cibernética apenas para a TI

Para mitigar os riscos com ataques hackers, toda a corporação precisa se unir, adverte Jun Goto, vice-presidente Sênior da NEC Corporation.

Em menos de um mês, 2,5 milhões de brasileiros caem em golpes pelo WhatsApp

Levantamento do Kaspersky Lab indica que estratégia é associar golpes a marcas famosas como Walmart, Assaí, Caixa Econômica, Burger King, Kibon, Spotify, Banco do Brasil, Santander, O Boticário, Lojas Americanas e Senac. 

Mais de 1 milhão de brasileiros acessam golpe de emprego pelo WhatsApp

Mais uma vez, os cibercriminosos usam a falsa promessa de emprego fácil para atrair os internautas.

Internet das Coisas dispara o número de ataques hackers a sistemas Linux

Novos botnets, entre eles, um 'renovado' Mirai, que em 2016 causou bastante estrago, são esperados para este ano.

Nova quebra de segurança conseguiu alterar software da urna eletrônica

“Fizemos o equivalente a um ‘jailbreak’ de um telefone celular moderno, só que na urna eletrônica”, explica o professor Diego Aranha, que a exemplo de 2012 liderou equipe que demonstrou vulnerabilidades do equipamento. 



  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G