INTERNET

Europa se mobiliza pela manutenção da neutralidade de rede

Luís Osvaldo Grossmann ... 18/07/2016 ... Convergência Digital

Termina nesta segunda-feira, 18/7, a consulta pública sobre a regulamentação das regras sobre acesso à internet na União Europeia e, segundo a campanha ‘savetheinternet.eu’, quase quinhentas mil pessoas enviaram manifestações no sentido de que a neutralidade de rede não seja flexibilizada, como querem as operadoras de telecomunicações na região. 

“Com uma inundação de mensagens defendendo a neutralidade de rede, esperamos que as orientações finais ofereçam uma clara interpretação de como lidar com ‘zero rating’, serviços especializados e gerenciamento de tráfego, e que as orientações garantam que possamos aproveitar da abertura que fez a internet uma gigantesca história de sucesso econômico e social”, defende a European Digital Rights, ou Edri, uma coalizão de ONGs em prol da neutralidade de rede. 

Em outubro do ano passado, a União Europeia aprovou nova legislação sobre o mercado comum digital, mas sem grandes compromissos com questões específicas: notadamente ‘zero rating’, gestão de redes e serviços especializados (o tratamento por lá foi de que os parlamentares decidiram não decidir). 

Agora, o Berec, o órgão que reúne os reguladores nacionais de comunicação eletrônica dos 28 países membros da UE, discute como as normas devem ser exercidas na prática. É o mesmo efeito do que no Brasil aconteceu com a regulamentação da Lei 12.965/14, o Marco Civil da Internet. As orientações do Berec serão conhecidas em 30 de agosto. 

Daí a ampla mobilização sobre o tema nas últimas semanas. Há 10 dias, as 17 principais teles europeias fizeram um manifesto no qual literalmente ameaçam reduzir investimentos no 5G caso a neutralidade de rede não seja flexibilizada. “As atuais diretrizes de neutralidade de rede criam incertezas significativas sobre o retorno dos investimentos em 5G (...). Investimentos serão adiados a não ser que os reguladores tomem uma posição positiva sobre a inovação”. 

Uma reação direta veio em uma carta assinada por expoentes da internet –  o ‘pai’ da Web Tim Berners Lee e os professores Lawrence Lessig e Barbara van Schewick. Nela, sustentam que “o público precisa dizer agora aos reguladores que fortaleçam as salvaguardas e não cedam à pressão das táticas manipuladoras das operadoras de telecomunicações”. 


Burocracia em excesso trava expansão de redes de fibra óptica

Para o CEO da Telecall, Bruno Ajuz, infelizmente, ainda há muita imposição de regras às empresas interessadas em investir no segmento.

Com medo dos EUA, Europa adia planos de imposto para internet

Ideia de cobrar 3% das receitas de gigantes da rede como Google, Facebook e Amazon esbarra no receio da reação americana à taxação de suas empresas.

Sem integração, é impossível desenvolver IoT no Brasil

Iniciativa privada, universidades e poder público precisam trabalhar em conjunto para garantir o desenvolvimento de um ecossistema local para Inteernet das Coisas, adverte Elizabete Couto, diretora de IoT da Embratel.

2018: o ano para o Facebook apagar da sua história

Rede social admitiu que houve roubo de dados de 29 milhões de usuários na brecha de segurança descoberta no mês passado. De 15 milhões de usuários violados, foram roubados dois conjuntos de informações: nome e detalhes de contato, incluindo número de telefone, e-mail ou ambos, dependendo do que os indivíduos tinham em seus perfis.

Endereços IPv4 acabam em janeiro de 2020 na América Latina

As estimativas do NIC.br apontam que 93% das organizações ASN (sistemas autônomos) possuem IPv6. O novo fôlego aconteceu por conta da devolução e da recuperação de endereços, explicou o gerente Ricardo Patara. O IPv6 comemora 10 anos de existência.

Revista Abranet 25 . ago-set-out 2018
Veja a Revista Abranet nº 25 Ordenar o uso e organizar o compartilhamento das infraestruturas aérea e terrestre são medidas imperativas para as empresas de energia, telecomunicações e de internet. E muito mais...
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G