Home - Convergência Digital

Restrição de investimentos em 2015 não tira os bancos brasileiros da vanguarda em TI

Convergência Digital
Por Fábio Barros, especial para o Convergência Digital - 22/06/2016

As transações bancárias brasileiras estão, definitivamente, migrando para as plataformas digitais, que representam hoje mais de 60% das transações realizadas no Brasil. Esta foi uma das principais constatações da Pesquisa Febraban de Tecnologia Bancária 2015, como explica em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o diretor setorial de tecnologia da entidade, Gustavo Fosse.

O fato de pela primeira vez, nos últimos anos, o investimento em TI dos bancos não ter registrado crescimento não é visto com preocupação. Segundo Fosse, ocorreu tão somente uma adequação nos orçamentos em 2015. "Mas são 19 bilhões, 20 bilhões de reais na área. Isso coloca os bancos na vanguarda de uso da TI no negócio", diz Fosse.

Com o canal móvel ganhando a preferência do correntista, o diretor da Febraban afirma que o momento é dos bancos aumentarem as ofertas de serviços nesse meio de relacionamento com o cliente. "Esta é a nossa tarefa". Assistam à entrevista.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis

LEIA TAMBÉM:

15/09/2016
BC ameaça regulamentar Fintechs caso haja riscos ao mercado financeiro

14/07/2016
R3 descarta padrão internacional para Blockchain

03/07/2016
Itaú Unibanco cria centro de excelência para blockchain

03/07/2016
Blockchain rompe padrões e impõe desafios regulatórios

03/07/2016
Capgemini: eficiência operacional é chave para a jornada digital

03/07/2016
Capgemini: Não há transformação digital sem o uso da nuvem

03/07/2016
Robôs exigem que o homem se reinvente diante da Tecnologia

03/07/2016
Há vagas para profissionais voltados para a gestão da informação

03/07/2016
MC Software monta laboratório de Inovação para o Watson

03/07/2016
Empresas estão falhando na política de proteção dos dispositivos conectados

Destaques
Destaques

Robôs exigem que o homem se reinvente diante da Tecnologia

A afirmação é pernambucana Patricia Florissi é vice-presidente e CTO global da EMC. Em entrevista, a executiva diz ainda que a transformação digital é para virar do avesso os modelos de negócios. O momento do Brasil, avalia, é o de mirar a sobrevivência. "A inovação ficou distraída com as crises'.


Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site