INTERNET

Europa abre consulta pública para regulamentar neutralidade de rede

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/06/2016 ... Convergência Digital

A União Europeia abre nesta segunda uma consulta pública sobre as novas regras do bloco sobre neutralidade de rede, em movimento de certa forma semelhante ao que aconteceu no Brasil sobre o mesmo assunto, visto que a lei em si deixou pontos em aberto que só ficaram melhor costurados com a regulamentação na forma do Decreto 8771/16. 

Por sinal, o mesmo acontece na Europa. Lá, em outubro do ano passado, passou a legislação sobre o mercado comum digital, mas sem grandes compromissos com questões específicas: notadamente ‘zero rating’, gestão de redes e serviços especializados (o tratamento por lá foi de que os parlamentares decidiram não decidir). 

Não por menos, são exatamente esses os tópicos que mais chamaram a atenção na apresentação formal da proposta de regulamentação, feita nesta segunda, 6/6, pelo Berec, o órgão que reúne os reguladores nacionais de comunicação eletrônica dos 28 países membros da UE. A proposta completa pode ser acessada por meio deste link. Ela vai receber contribuições por seis semanas. 

O texto, porém, não soluciona as ambiguidades da legislação europeia. Ou ainda, embora mencione expressamente que planos de “zero rating’’ implicam em ofertas de “sub-internet”, a regulamentação não é taxativa a respeito e deixa a cargo de cada um dos países membros decidir se consideram essa uma prática comercial possível. 

“Berec entende que um serviço de ‘sub-internet’ é um serviço que restringe acesso a serviços ou aplicações (como VoIP ou vídeo streaming) ou permite acesso apenas a uma parte pré-definida da internet (por exemplo, a apenas alguns websites em particular). As autoridades reguladoras nacionais devem considerar o fato de que um ISP pode facilmente contornar a regulação ao prover ofertas de sub-internet. Esses serviços devem ser considerados no escopo da regulação e o fato de que proveem acesso limitado a internet deve constituir infração aos artigos 3(1), 3(2) e 3(3) da regulação.”


"Nem todos os robôs utilizados na Internet são ruins", adverte o TSE

Segunda reunião do Tribunal Superior Eleitoral para tratar das chamadas fake news discutiu, entre outros temas, modelagem API ea criação de um ambiente virtual para receber denúncias e sugestões.

CGI.br: Multissetorialismo se mantém como base para a Governança da Internet

O CGI.br entregou as suas recomendações ao MCTIC para o aperfeiçoamento da estrutura da governança da Internet. Iniciativa reúne consensos entre os setores acadêmico, empresarial e terceiro setor. Há sugestões de mudança na estrutura do próprio Comitê Gestor.

FCC derruba neutralidade de rede e EUA se preparam para guerra judicial

Sem surpresas, a decisão se deu em bases partidárias: a maioria Republicana matou as regras que impediam operadoras de discriminarem tráfego na internet. Mas a decisão vai ser questionada nos tribunais. 

Assespro vai ao STF obrigar juízes a usarem MLAT nos dados fora do Brasil

Com filiados como Facebook, Microsoft e Uber, entidade quer a prevalência do acordo de cooperação judiciária com os EUA para acesso a informações de usuários, mesmo brasileiros, que estejam em datacenters no exterior.  

Brasil tem 91% dos sistemas autônomos com alocação IPv6

NIC.br prevê o esgotamento dos endereços IPv4 para fevereiro de 2019. Números do Brasil estão bem acima da média mundial que é de 55%, revela Ricardo Patara, que participa da 7ª semana da Infraestrutura da Internet.

Revista Abranet 23 . dez 2017 - jan/fev 2018
Veja a Revista Abranet nº 23 Qual é a fórmula do sucesso? Boas práticas aplicadas por corporações bem-sucedidas sugerem um caminho a seguir. Entrevista com Tadao Takahashi. Discussão sobre a lei de proteção de dados avança. E mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G