INOVAÇÃO

Internet das coisas vai ultrapassar os celulares até 2018

Ana Paula Lobo* ... 01/06/2016 ... Convergência Digital

A Internet das Coisas (IoT) vai superar os celulares como a maior categoria de dispositivos conectados até 2018, projeta o Relatório de Mobilidade da Ericsson, publicada nesta terça-feira, 01/06. Segundo o levantamento,entre 2015 e 2021, a expectativa é que o número de dispositivos conectados de IoT cresça 23% anualmente –  os aparelhos celulares que utilizam IoT tem a maior previsão de crescimento. Dentre os 28 bilhões de dispositivos totais que estarão conectados até 2021, aproximadamente 16 bilhões serão dispositivos de IoT.

A Europa Ocidental será a líder na adição de conexões de IoT – o número de dispositivos  neste setor está projetado para crescer 400% até 2021. Isso será impulsionado principalmente pelos requisitos regulamentares – como, por exemplo, para medidores  inteligentes de utilities –  e pela crescente demanda por carros conectados, incluindo a orientação de e-call da União Europeia, que tem a sua implementação planejada para 2018.

“A IoT está crescendo conforme os custos de dispositivos caem e os aplicativos inovadores surgem. A partir de 2020, a implantação comercial das redes 5G oferecerá recursos adicionais essenciais para a IoT, tais como divisão de rede e a capacidade de conectar exponencialmente mais dispositivos do que é possível hoje", pontuou a vice-presidente de Estratégia e Sustentabilidade da Ericsson na América Latina e Caribe, Carla Belitardo.

O estudo aponta ainda que as assinaturas de smartphones continuam a aumentar e prevê-se que elas ultrapassem as de telefones básicos no terceiro trimestre deste ano. Em 2021, as assinaturas de smartphones praticamente dobrarão, passando de 3,4 bilhões para 6,3 bilhões. Segundo o relatório, o número de assinaturas móveis únicas é de 5 bilhões hoje, o que mostra essa o rápido crescimento da tecnologia móvel em um curto período de tempo.



Softex e MCTIC abrem edital para selecionar 100 projetos de inteligência artificial

Serão escolhidos projetos nas áreas de agronegócios, saúde, indústria e cidades inteligentes que poderão receber aportes de R$ 500 mil.

Pesquisa de inovação mostra investimento baixo e falta de política pública

Segundo o IBGE, as empresas inovadoras do Brasil investiram menos de 2% da receita em P&D. “A agenda de inovação é urgente e deveria ser prioridade”, aponta a Confederação Nacional da Indústria. 

Laura, a IA nacional que já salvou 12 mil vidas, entra no combate ao Coronavírus

Tecnologia será disseminada em todo o Brasil, depois de um acordo com o governo federal. Em setembro do ano passado, no Rio Info 2019, o Convergência Digital entrevistou um dos idealizadores da Laura.

Brasil precisa formar massa crítica de empreendedores para inovação

A posição é defendida pelo CEO da Fábrica de Startups, Hector Simões, que tem como meta se tornar o maior hub de inovação do Rio de Janeiro.

Investimentos em fintechs disparam para R$ 7,6 bilhões no Brasil

Aportes triplicaram puxados pela injeção de R$ 1,9 bilhão no Nubank e R$ 1,6 bilhão no Banco Inter.  Brasil ocupa o quinto lugar entre os maiores centros de captação de fundos de fintechs no mundo.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G