GOVERNO

Glória Guimarães assume a presidência do Serpro

Luiz Queiroz ... 23/05/2016 ... Convergência Digital

O Diário Oficial da União traz nesta segunda-feira (23/05), a exoneração de Marcos Mazoni na presidência do Serpro e a nomeação de Glória Guimarães para ocupar o cargo. Glória é funcionária de carreira do Banco do Brasil e sua nomeação para compor os escalões inferiores da equipe do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, causa um constrangimento para o PT.

Há anos ela é ligada politicamente ao partido, através do seu padrinho e ex-ministro Paulo Bernardo, que já ocupou a pasta das Comunicações e do Plenejamento nos Governos Dilma e Lula.

Junto com Glória Guimarães irão participar da nova diretoria: André de Cesero, que retorna ao cargo de diretor na era Temer, além de Iran Martins Júnior e Izabel Cristina Freitas. O atual diretor Fernando Garrido não consta nas exonerações da diretoria, o que pode significar que ele permanecerá no cargo. Estão deixando a diretoria do Serpro Wilton Mota, Antonio João Parera, Robson Margato, Alexandre Motta.

Na semana passada havia uma expectativa de que Gloria não aceitaria o convite, pois estava sofrendo pressões familiares e políticas para não participar do governo interino por meio da presidência do Serpro. No campo político, o ex-ministro estava irritado com a indicação de sua afiliada política. Não queria de forma nenhuma que Glória participasse desse processo, ao qual, para ele, o Governo Temer é fruto de um golpe político.

Não se sabe se ele e a nova presidente do Serpro romperam politicamente. Paulo Bernardo foi o responsável ao longo da carreira de Glória, por indicá-la para cargos de confiança no Banco do Brasil, na extnta SLTI do Ministério do Planejamento, vice-presidência dos Correios, além de fundos de pensão.

Com a posse no cargo, os funcionários do Serpro aguardam agora para saber se ela pretende comandar algum processo que envolva a fusão com a Dataprev, que recentemente tambérm passou para o controle do Ministério da Fazenda. E se essa fusão ainda poderá envcolver a Telebras, na construção de uma mega empresa de TI/Telecom.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Telebras faz Assembleia Geral para aprovar capitalização de R$ 1,512 bilhão

Assembleia geral para tratar do aumento de capital foi agendada para 31 de outubro. Proposta da estatal - que integra lista de privatizações do governo Bolsonoro - dá prioridade à União, como principal acionista da empresa.

Congresso restaura poder de punição à Autoridade de Dados

O Congresso Nacional derrubou vetos feitos pelo presidente Jair Bolsonaro à MP 869/18, que se transformou na Lei 13.853/18. A Autoridade Nacional de Proteção de Dados ganhou independência para aplicar multas às empresas e aos órgãos públicos. Mas foi mantido o veto para as exigências feitas aos encarregados das empresas pelo tratamento de dados.

Carteira de Trabalho digital adota CPF para identificar trabalhador

Versão digital da CTPS será previamente emitida a todos os inscritos no Cadastro de Pessoa Física, mas será preciso habilitar o novo documento via aplicativo ou pelo portal de serviços do governo federal. Documento também será usado no novo eSocial que está em elaboração.

ABES: Majorar serviços em 25% inviabiliza a economia digital

A afirmação é do presidente da Associação Brasileira de Empresas de Software, Rodolfo Fücher. Sobre a Lei de Informática, o executivo sustenta que o processo do governo é muito demorado e trava a inovação.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G