Clicky

Home - Convergência Digital

Vivo fecha alianças e abre acesso a 400 mil hotspots Wi-Fi no exterior

Da redação - 13/05/2016

Se até agora a Oi navegava sozinha na aliança com provedores Wi-Fi - com a aliança com a FON - a Vivo decidiu entrar nesse mercado. A operadora anunciou o Vivo Travel Wi-Fi, um serviço que conta, no lançamento, com uma rede de mais de 400 mil hotspots Wi-Fi espalhados pelo mundo para que os clientes naveguem na web por meio de seu celular.

O custo do produto é de R$ 9,90 por dia, e de acordo com a Vivo, o usuário navega na internet em qualquer hotspot Wi-Fi credenciado ao serviço, sem limite de tráfego de dados, em toda cobertura disponível. A operadora também decidiu que a diária Wi-Fi é gratuita para quem usar a diária de internet 3G e 4G, por R$ 29,90/dia. O serviço está disponível inicialmente para assinantes móveis pós-pagos da Vivo.

No lançamento, os hotspots do Vivo Travel Wi-Fi estão localizados nos Estados Unidos e em importantes países da Europa, como Reino Unido, Bélgica, Alemanha, Irlanda e Holanda. Para oferecer o serviço, a Vivo firmou parcerias com provedores que têm redes Wi-Fi e já está trabalhando para aumentar o número de parceiros, ampliando constantemente tanto a distribuição geográfica quanto a quantidade de pontos Wi-Fi no mundo, de forma a cobrir os principais destinos globais de turismo de lazer e negócios.

Para usar o Vivo Travel Wi-Fi, o cliente deve baixar e instalar o aplicativo do serviço, disponível gratuitamente para Android e iOS. Por meio do próprio app, o usuário tem acesso ao serviço e é conectado automaticamente ao hotspot Wi-Fi conveniado mais próximo de sua localização geográfica. Também é possível consultar a lista de pontos Wi-Fi do serviço na região e escolher a qual deles quer se conectar.
 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

14/01/2021
Inter fecha parceria MVNO com a Vivo atenta ao mercado pré-pago de voz e dados

14/01/2021
Uso da faixa de 6 GHz avança no mundo. 2021 terá dispositivos e celulares WiFi 6E

13/01/2021
Vivo contrata OpenStack, da Canonical, para levar cobrança online para a nuvem

13/01/2021
Telefonica vende torres para American Tower por 7,7 bilhões de euros. Brasil faz parte do pacote

18/12/2020
Coalizão comemora proposta da Anatel que destina faixa de 6 GHz para WiFi

17/12/2020
Oi e Vivo querem ser compensadas porque clientes não usam mais telefone fixo

10/12/2020
Por unanimidade, Anatel sugere destinar toda faixa de 6 GHz para o WiFi

08/12/2020
Vivo adota PIX como meio de pagamento de recargas em canais digitais

30/11/2020
Vivo concede bônus de 1GB de Internet para clientes pré-pago em dezembro

26/11/2020
Anatel renova faixa de 850 MHz para Vivo, mas nega pedido de redução de preço

Destaques
Destaques

Uso da faixa de 700 MHz deixa 4G disponível 80% do tempo no Brasil

Segundo a mais recente análise da OpenSignal, TIM tem a rede de quarta geração com maior disponibilidade, 88,2%, à frente da Claro (79%) e Vivo (79,5%), Oi (70,2%). 

Um em cada quatro acessos móveis na América Latina será 5G até 2026

Nova edição do Relatório de Mobilidade da Ericsson aponta que até o final de 2020, mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo já estará usando 5G. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Edição de genes: como o 'reparo' do DNA pelo CRISPR impulsionará a Agricultura

Por Eduardo Prado*

Técnica permite o 'reparo' do DNA com altíssima precisão, o que permite, por exemplo, consertar 'mutações defeituosas' do DNA. A aparecimento da técnica deu um grande alento para o tratamento de doenças genéticas complexas. Estima-se que 6.000 doenças genéticas são causadas por mutações defeituosas, e apenas 5% delas pode ser tratada atualmente (sic!) ..


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site