Home - Convergência Digital

Reajuste salarial: primeira rodada de negociações não avança em São Paulo

Convergência Digital* - 08/01/2016

Nesta quinta-feira, 07/01, aconteceu a primeira rodada de negociação salarial dos trabalhadores de Tecnologia da Informação de São Paulo. E não houve acerto entre o sindicato dos trabalhadores, o Sindpd, e o Seprosp, das empresas. De acordo com informe dos trabalhadores, o sindicato patronal negou o avanço de mais de 90% da pauta da reivindicação aprovada, por unanimidade, pela categoria nas 14 assembleias de pauta realizadas em todo o Estado. A proposta fez com que o Sindpd continuasse com a pauta inalterada e propusesse nova rodada de negociação.

O sindicato patronal sugeriu a adoção do reajuste salarial escalonado, oferecendo aumento de 8% para trabalhadores que recebam até R$2 mil; de 5,5% para os que recebam de R$2 mil a R$5 mil mais R$50 de aumento na parcela; e de 4% para aqueles com remuneração acima de R$5 mil, com um acréscimo de R$125 na parcela. O Seprosp ainda propôs que o pagamento seja realizado em duas vezes, sendo o primeiro em janeiro e o segundo no mês de julho. Os trabalhadores não acataram a proposta e, para o Sindpd, a não reposição das perdas inflacionárias representa redução dos salários dos profissionais de TI em todo o Estado.

“É preciso manter o que é de direito do trabalhador. Até a Justiça parte do princípio da necessidade de reposição das perdas inflacionárias. Não se pode aceitar a tentativa de retrocesso. Não me sinto contemplado por estas propostas e a categoria também não se sentirá”, afirmou o presidente do Sindpd, Antonio Neto.Além de não atender a pauta de reivindicação dos trabalhadores, o Seprosp quer que o valor do auxílio-refeição seja estabelecido por região.

Ou seja, para a capital, foi indicado o valor de R$ 16,50 e, para as demais localidades do Estado, de R$ 15,70, considerando a jornada de oito horas diárias. “Estou transferindo o sentimento das empresas no momento”, justificou o presidente do Seprosp, Luigi Nese. Com a recusa de nova redação para 19 cláusulas pelo patronal, o presidente Antonio Neto refutou qualquer tentativa do empresariado em retroceder nas garantias já conquistadas pelos profissionais de TI e afirmou que manterá as reivindicações da pauta inicial. A segunda rodada de negociação está agendada para a próxima quinta-feira, 14/01, às 16h, na sede do sindicato patronal.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/01/2020
Trabalhadores em TI querem 6,48% de aumento em São Paulo

11/01/2017
Trabalhadores rejeitam reajuste salarial de 3,5% oferecido pelos patrões em São Paulo

08/01/2016
Reajuste salarial: primeira rodada de negociações não avança em São Paulo

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site