Home - Convergência Digital

Outubro rosa: programação só para meninas

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 13/10/2015

Em parceria com a Technovation Brasil, um programa de empreendedorismo e tecnologia para mulheres -, o Sindicato promoverá uma oficina de programação gratuita para meninas de 10 a 18 anos. Sem exigir qualquer experiência em programação, e com duração de quatro horas, o workshop irá ensinar jovens a idealizar, estruturar e desenvolver um aplicativo que possa contribuir para a resolução de problemas sociais, por meio da tecnologia, em apenas um dia.

As interessadas poderão se inscrever, até o dia 20 de outubro, pelo endereço meninasti@sindpd.org.br. Mãe e pais associados também podem participar como mentores, auxiliando e inspirando as jovens ao longo da oficina. As vagas são limitadas e as participantes devem apresentar identificação com foto, além de trazer computador ou tablet, caso possuam.

A iniciativa faz parte de um programa amplo de empoderamento desenvolvido pela ONG internacional Iridescent, que também organiza o Technovation Challenge, uma das maiores competições de tecnologia voltada, especificamente, para o público feminino do ensino fundamental II e médio. As jovens participam de concurso de 12 semanas em que identificam e apresentam soluções para um incômodo real da sociedade. Ao final do processo, as finalistas expõem suas ideias no Vale do Silício (Califórnia - USA) e concorrem a um prêmio de US$ 10 mil.

Serviço:

TECHNOVATION

Data: 25 de outubro de 2015 (domingo)

Horário: Das 9h às 14h

Local: Sede do Sindpd

Endereço: Av. Angélica, 35 - Santa Cecília/SP

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Quatro lições para dar coragem e autonomia às pessoas

Por Amanda Matos Cavalcante*

As pessoas são os principais e mais importantes ativos de uma corporação.

Destaques
Destaques

Profissional do futuro é um análogo do canivete suíço

Esse especialista terá de reunir capacidades polivalentes, diz o consultor Marcos Semola. O especialista também decreta: O RH que pensa na caixinha está morto.

Reforma trabalhista: Não haverá contrato novo ou velho

“Se não, muitos empresários poderiam dispensar os trabalhadores da ‘lei velha’ e contratar outros com contrato novo, pela ‘lei nova’. Para não haver esse perigo, a lei aplica-se a todos os contratos em vigor no Brasil”, explica o Juiz do Trabalho, Marlos Melek.

BI, big data e cientista de dados: salários entre R$ 12 mil a R$ 30 mil no Brasil

Pesquisa revela que corporações brasileiras buscam especialistas nessas áreas para conduzir seus negócios.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site