NEGÓCIOS

Bancos lideram a adoção da governança de TI no Brasil

Roberta Prescott ... 10/06/2014 ... Convergência Digital

A governança de TI passa pela criação de uma cultura organizacional de consciência sobre os riscos que as empresas correm. “É preciso dizer que os riscos existem na organização e mostrar o papel de cada indivíduo para mitigar estes riscos”, explicou Michele Sperle, diretora de vendas da RSA para Américas, durante sua apresentação no Ciab 2014, evento de tecnologia bancária que ocorreu na semana passada, em São Paulo.

De acordo com a especialista, a instauração de uma cultura de responsabilidade permite às empresas identificarem melhor os riscos em potencial e tomar decisões inteligentes. No entanto, para que isto ocorra, os gestores de tecnologia e de negócio precisam trabalhar em parceria. 

“Em geral, a TI não se comunica bem junto aos gestores de negócio”, atestou Ricardo Pereira Águia, superintendente-executivo de TI do Bradesco, durante o painel. Para ele, a solução está no desenvolvimento de uma dinâmica de mensuração e de comunicação contínua do desempenho e do valor da TI.

No Bradesco, isto se traduziu em um projeto que estruturou a comunicação da área de tecnologia com as demais unidades do banco. A primeira etapa consistiu na definição dos papeis e do modelo de contribuição da TI na organização, para identificar o que o negócio esperava que a TI entregasse. A fase seguinte tratou da definição dos atributos do valor da TI sob a ótica de seus clientes internos e usuários. E a terceira e última etapa estabeleceu regras de cálculo da apuração do valor da TI. 

A exemplo do Bradesco, Michele Sperle disse que os bancos estão avançados na adoção de mecanismos para a governança de TI. Em entrevista exclusiva à CDTV,  do Portal Convergência Digital, a executiva destacou que, ainda que as empresas brasileiras, de maneira geral, tenham começado tarde a implantar governança de TI, elas seguem em ritmo bastante acelerado e devem equiparar seus níveis de maturidade com companhias de mercados maduros dentro de 18 a 36 meses. Veja a entrevista completa abaixo: 


TJ/SP autoriza Banco do Brasil a fechar contas-corrente da Mercado Bitcoin

Tribunal entendeu que não houve abuso de direito, nem indícios de violação à legislação concorrencial ou mesmo de ofensa à boa-fé por parte da instituição financeira com a corretora de criptomoedas.

SAP Brasil: quem tem de cuidar dos dados são as empresas

"É um novo momento para a sociedade e as corporações precisam se preparar", diz a presidente da SAP Brasil, Cristina Palmaka.

Embratel: sete entre 10 clientes questionam se a LGPD vai 'pegar'

“A nova legislação de proteção de dados vai 'pegar' porque as pessoas exigem. Quem começar agora já está atrasado e tem muita empresa ainda em avaliação",  adverte a diretora executiva para governo da Embratel, Maria Teresa Lima. 

Meios de pagamento: CADE amplia investigação para Itaú e Rede

Autarquia adotou medida preventiva para evitar prejuízos à concorrência decorrentes de possível venda casada em campanha oferecida pela Rede. Mercado está em ebulição e há disputas judiciais em curso.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G