TELECOM

Cibercriminosos afiam garras para o mundo móvel

Ana Paula Lobo ... 03/05/2012 ... Convergência Digital

As vulnerabilidades móveis cresceram 93% em 2011 e os cibercriminosos estão criando malwares específicos para smartphones e tablets. Principal alvo é a coleta de dados para roubo de informações sensíveis ao negócio.

Segundo estudo divulgado pela Symantec, até 2010, os malwares no ambiente móvel eram replicados do mundo Internet. Mas,hoje, com a consumerização e com o maior uso de tablets e smartphones no dia-a-dia das empresas, os cibercriminosos afiam suas garras e buscam chegar a dados sensíveis por meio desses dispositivos.

As pequenas e médias empresas têm sido um alvo potencial, apura ainda o estudo da Symantec. "Cuidem dos seus dados confidenciais e estabeleçam políticas de segurança para o uso de celulares pessoais para a realização dos negócios", adverte André Carraretto, gerente de Segurança da Symantec Brasil.

O uso dos celulares e dos tablets no dia-a-dia das empresas, a consumerização de TI e como as operadoras estão trabalhando para oferecer soluções aos seus clientes para ampliar a receita da unidade corporativa estão na pauta da Rio Wireless 2012, que acontece nos dias 21 e 22 de maio, no Rio de Janeiro. Para maiores informações, acesse: www.riowireless.com.br


Conselho Consultivo: Relatório anual da Anatel é raso e pouco transparente

Relatório anual da agência foi duramente criticado pela escassez de dados sobre a revisão do modelo em andamento e por não abordar questões sensíveis com profundidade.

Anatel ajusta regras de compartilhamento de torres

Quase uma década depois da previsão legal de que não podem ser instaladas essas estruturas a menos de 500 metros umas das outras, agência regulamenta os procedimentos para que as operadoras façam os ajustes necessários. São cerca de 15 mil estruturas inicialmente.

Justiça abre prazo para objeções a plano de recuperação da Oi

Divulgada no início de setembro, proposta da operadora prevê até 70% de desconto a depender do credor ou carência de 10 anos. Também está cogitada a venda de ativos, inclusive a operação de telefonia celular. Prazo de 30 dias conta a partir da lista dos credores, divulgada em 21/9 pela Oi.

CADE pede condenação de empresas do mercado de recarga de telefones celulares

A prática anticompetitiva do mercado de distribuição de recarga eletrônica no pré-pago teria acontecido entre 2007 e 2009, quando o mercado movimentou cerca de R$ 3,5 bilhões.

Revista do 59º Painel Telebrasil 2015
Veja a revista do 59º Painel Telebrasil 2015 As principais empresas prestadoras de serviços e da indústria de telecomunicações e autoridades governamentais e do Legislativo se dedicaram a discutir o tema escolhido para este ano: A evolução dos modelos de negócio das telecomunicações: Desafios políticos e regulatórios.
Clique aqui para ver outras edições


  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G