TELECOM

Oi vence licitação e fornece serviços de Telecom na Rio +20

Ana Paula Lobo* ... 24/04/2012 ... Convergência Digital

A oi venceu a licitação promovida pelos organizadores da Rio + 20 e será a fornecedora de serviços de telecom do megaevento que acontecerá
de 13 a 22 de junho, no Rio de Janeiro. O projeto selecionado envolverá a instalação de 1000 ramais telefônicos, 1700 pontos de telefonia fixa e acesso Wi-fi, em alta velocidade, para todas as instalações do evento. A infraestrutura será suficiente para atender uma cidade com 100 mil habitantes. Oi também oferecerá serviços de nuvem à organização.

O resultado da licitação foi divulgado na semana passada, de acordo com matéria publicada na coluna Negócios &Cia, do Jornal O Globo, do Rio de Janeiro. O valor do contrato assinado com o PNUD -Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento - não foi revelado pelas partes.

Segundo a entrevista do diretor de Unidade de Negócios Corporativos da Oi, Maurício Vergani, a infraestrutura de internet exigida será semelhante à montada para atender uma cidade de 100 mil habitantes. Segundo ele, o projeto se equivale ao montado pela concessionária para atender os Jogos Pan-Americanos, realizado em 2007, também na cidade do Rio de Janeiro.

O contrato prevê que a Oi atenderá as seis áreas do Rio+20, do Riocentro ao Píer Maúa. Segundo ainda, a matéria do Globo, a Oi já negocia com teles estrangeiras para oferecer suporte aos visitantes internacionais. Também há a possibilidade de a Oi vir a prover serviços na nuvem - recém-criados pela tele - para a organização. A parte efetiva de TI da Rio+ 20 será fornecida pelo Serpro.

* Com informações da coluna Negócios & Cia, do Jornal O Globo


Política pública de Telecomunicações é para ser bancada pelo Estado

"Telecom e TICs são essenciais para toda a indústria produtiva de um país", sustenta a advogada Helena Xavier. Ela defende o fim de todas as contribuições setoriais. "Elas nunca chegam ao setor". Sobre OTTs e teles, diz que tudo é uma questão de preço.

Roubo de cabos e rádios de telecom custa R$ 320 milhões ao ano às operadoras

SindiTelebrasil adverte que no ano passado foram registradas 5,6 mil ocorrências de roubo, furto e receptação de elementos de redes de telecomunicações. Só de cabos foram mais de quatro milhões de metros furtados.

Oi faz projeto piloto e libera WiFi para clientes de outras operadoras

Do total de dois milhões de hotspots da operadora, 470 mil ficam no Rio de Janeiro. Liberação do uso para não clientes faz parte da estratégia de marketing móvel.

João Rezende deixa Anatel sobre pressão do caso Oi, franquia da banda larga e renovação dos contratos das teles

Na agência desde 2009 e na presidência desde 2011, o ex-presidente da agência enfrentou um crítico 2016.

Revista do 59º Painel Telebrasil 2015
Veja a revista do 59º Painel Telebrasil 2015 As principais empresas prestadoras de serviços e da indústria de telecomunicações e autoridades governamentais e do Legislativo se dedicaram a discutir o tema escolhido para este ano: A evolução dos modelos de negócio das telecomunicações: Desafios políticos e regulatórios.
Clique aqui para ver outras edições


  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G