GESTÃO

Ceitec, estatal de semicondutores, abre concurso público

Da redação ... 13/04/2012 ... Convergência Digital

A Ceitec S.A abriu nesta segunda-feira, 09/04, concurso público, com abrangência nacional, para provimento de 188 vagas e formação de cadastro reserva. Das vagas para contratação imediata, 42 são para nível médio/técnico e 146 para nível superior, com salários que vão de R$ 2.000,00 a R$ 13.795,31.

O concurso terá validade de um ano, podendo ser prorrogado por mais um. As inscrições, que ocorrem até o dia 11 de maio, deverão ser realizadas exclusivamente pela internet, no site da organizadora, a FUNRIO (www.funrio.org.br). O concurso é composto por quatro etapas:
• Prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos de todos os cargos;
• Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos aos cargos de Especialista em Tecnologia Eletrônica Avançada e Analista Administrativo e Operacional;
• Avaliação de títulos, de caráter classificatório, para candidatos de todos os cargos;
• Defesa de memorial, de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos ao cargo de Especialista em Tecnologia Eletrônica Avançada.

Os candidatos admitidos assinarão contrato individual de trabalho com a CEITEC S.A, o qual será regido pelas normas da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). A empresa oferece plano de saúde extensivo aos dependentes diretos (filhos e cônjuge ou companheiro/a), refeitório no local de trabalho e vale transporte.


IVA encerra a disputa entre Governo, Estado e município

Além disso também permite retirar a alta carga tributária imposta aos setores de Telecom e Energia, os carros-chefes da arrecadação, pontua o advogado Luiz Roberto Peroba.

eSocial: é ilusão achar que não precisa correr para adaptar os sistemas

Novo prazo pode ter ficado mais longo - janeiro de 2018, mas as mudanças são complexas e exigem que as corporações não relaxem.

Justiça do Rio manda Microsoft indenizar consumidores por falha no Windows 7

A 4ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro afastou a possibilidade de dano coletivo por problemas na atualização do sistema operacional, em 2013, mas determinou a reparação individual de quem comprovar prejuízos. 

CNS vai ao STF contra decisão de São Paulo de cobrar ICMS de software

Confederação Nacional de Serviços diz que decisão do Estado significa uma bitributação, uma vez que as empresas pagam o ISS. "Software não pode ser considerado uma mercadoria", sustenta a ação.

Para bancar Telebras, governo maquia gastos com Serviço de Comunicação Multimídia

Sob o argumento de elevação dos gastos com o incremento da banda larga no país, governo mascara os constantes aumentos de capital da Telebras que garantem a sobrevivência financeira da estatal, ainda inoperante do ponto de vista comercial.



  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G