Home - Convergência Digital
Veja mais
Veja mais

C&M Software anuncia a contratação de novos executivos

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 10/04/2012

A C&M Software anuncia a contratação de Francisco Carlos Aguiar para o cargo de diretor de Relações Institucionais. A área recém-criada será responsável pelo planejamento, organização e execução de ações estratégicas inerentes ao desenvolvimento e ampliação de novas soluções voltadas para o mercado financeiro.

“A C&M Software é líder no fornecimento de tecnologia para atender a demanda dos setores de análise de crédito, cobrança, vendas e risco de fraude. O nosso objetivo é manter essa expertise e pioneirismo sempre à frente do mercado”, comenta o novo diretor.

Francisco Carlos Aguiar é bacharel em Administração de Empresas, com especialização em Análise de Sistemas pela PUC-Campinas (1984), e construiu sua carreira em empresas dos segmentos financeiro e de TI, tais como Banco CCF (Credit Commercial de France), Labo e DIGIREDE (fabricantes nacionais de computadores), CMagnani (Telemarketing ) e HELA Tecnologia (consultoria em informática).

Outra novidade é a chegada de Antonio Kikuti, profissional com larga experiência na área financeira, que assume também a recém-criada Diretoria de Modelos Preditivos (modelos estatísticos baseados no histórico comportamental dos indivíduos). Bacharel em Matemática pela FMU-SP, Kikuti atuou em empresas como Banco PanAmericano, ABN Amro Bank, BankBoston e Banco do Brasil, e ingressa na C&M Software com a missão de alavancar as vendas de modelos preditivos. “Nossa meta é oferecer ao mercado modelos preditivos cada vez mais assertivos, onde o cliente consegue com segurança reduzir suas taxas de inadimplência, aumentar as vendas e a rentabilidade dos negócios”, diz Kikuti.

Segundo o presidente da C&M Software, Orli Machado, a integração desses novos profissionais à C&M Software faz parte do processo de reestruturação pela qual a empresa vem passando desde o final do ano passado, quando convidou a executiva Juliana Catanhêde para comandar a nova Diretoria Comercial, com o objetivo de ganhar mobilidade e independência na relação com o mercado.

Juliana é formada em Direito, com especialização em Direito Tributário, CRM, Leadership – Team Management. Possui seis anos de experiência em relacionamento com clientes com o foco principal no desenvolvimento comercial sobre produtos e serviços, garantindo a melhor estratégia para a penetração e consolidação em diversos segmentos de mercado: serviços financeiros, telecomunicações, publicidade, indústrias, serviços públicos e, sobretudo no Mercado Financeiro. Entre as empresas onde acumulou passagens estão a ZipCode Tecnologia e a BRD Informática.

Para completar as mudanças, Roberto Vergili foi promovido a diretor de desenvolvimento de produtos, onde passará também a coordenar a área de Suporte Nível 1 da empresa. Vergili já atuava na C&M Software há oito anos como gerente de desenvolvimento. Com o desafio do novo cargo, Vergili pretende focar nas atividades de novos produtos para manter o ritmo de crescimento alcançado pela C&M Software nos últimos anos.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A geração do Milênio se manifesta. . . E todos precisamos ouvir

Por José María Álvarez-Pallete*

Destaques
Destaques

Em tempo de crise, COBOL fica mais vivo do que nunca

O desafio dos gestores de TI é integrar os sistemas legados aos novos de computação em nuvem e mobilidade. Dados mostram que, hoje, 1,5 milhão de linhas de códigos são escritas na linguagem de programação no mundo.

Profissionais de TI sinalizam 'medo' de perder emprego para os robôs

Pesquisa global mostra que mais de 30% dos especialistas temem o uso massificado dos dispositivos nos próximos anos. Levantamento também mostra uma forte preocupação com os riscos do avanço da Internet das Coisas.

Profissionais de TI batalham para incorporar a PLR

Mesmo com o cenário econômico difícil, em São Paulo,categoria fechou 320 acordos nos primeiros quatro meses do ano, com cerca de 30 mil profissionais beneficiados. No ano passado, mais de 1200 acordos foram firmados entre patrões e empregados.

Minha função vai sumir em cinco anos? Para muitos, a resposta é sim

Empregos qualificados devem ser extintos por conta da própria Tecnologia. O home office ganha força entre os decisores.

Sai acordo em São Paulo e reajuste salarial de TI será de 10,67%

Índice deverá ser aplicado em janeiro (8,5%) e a partir de novembro (2,17%); VR também terá o mesmo percentual. Vale Refeição também terá o mesmo percentual e sem distinção por alocação ou número de funcionários.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site