TELECOM

WiMAX agoniza com 4G batendo à porta

Ana Paula Lobo* ... 10/04/2012 ... Convergência Digital

Apesar de em 2011 ter registrado um crescimento de 14% na base de assinantes - chegando a 25 milhões, as operadoras relegaram o WiMAX a um segundo plano nos seus negócios e estão restringindo a adição de novos consumidores, selando assim o destino da tecnologia, destaca a analista Cintia Garza, da Maravedis. Muitas teles jogam a toalha, abandonam seus projetos e preveem migração para o LTE. E nesse jogo, a América Latina é a grande força para o 4G em 2012, sustenta ainda a consultoria.

Isso porque, explica Cintia Garza, Colômbia, Chile, México e Brasil mantém o propósito de fazer a venda de espectro e, caso esses editais se concretizem, novas redes serão construídas na região. A previsão da Maravadis é que o LTE somou 12 milhões de assinantes em 2011 e passará a 469 milhões, em 2016, o que significará um impulso significativo de 4500% na base de usuários.

Segundo ainda a consultoria, hoje, 224 operadoras móveis estão comprometidas com redes LTE mundialmente, sendo que destas 193 estão com FDD-LTE e 31 operadoras com TD-LTE. Neste ritmo, inclusive, 75% dos 469 milhões de assinantes previstos para 2016 serão usuários do FDD-LTE ( 350 milhões). Na América Latina, cinco redes comerciais de LTE foram anunciadas - UNE (Colômbia), Antel (Uruguai), Sky (Brasil), One Mobile (Porto Rico) e Claro (Porto Rico e outros países da região).

Enquanto o LTE cresce e aparece, o WiMAX agoniza. Fabricantes como Nokia Siemens e Motorola jogaram a toalha e abandonaram os negócios na área. Segundo a Maravids, o ano de 2011 foi trágico - quase uma sentença de morte - para a tecnologia. O ritmo de crescimento de usuários - de 25% a 30% mantido nos últimos anos, caiu drasticamente, ficando em apenas 14%.

Para Cintia Garza, analista da consultoria, o WiMAX, hoje, é tão somente uma opção para o provimento de serviços fixos por parte das teles, como forma de ampliar a capacidade dos backbones para sustentar a oferta de banda larga, deixando de ser um 'rival' para o LTE no mundo da quarta geração da telefonia móvel celular.

*Com informações da Maravadis


Matérias relacionadas
Internet Móvel 3G 4G
Smartphones roubam a cena e PCs têm o pior trimestre de 2016

Mercado brasileiro de PCs recuou 35% sobre o mesmo período de 2015, e 11% sobre os números já ruins do trimestre anterior. “Consumidor prefere celular robusto do que computador”, avalia a IDC Brasil. 

Com mercado menor, Anatel já recebe menos reclamações de telecom

Depois de picos nos primeiros no início do ano, os últimos oito meses foram de reduções sucessivas nas queixas de usuários junto à agência. Até outubro, reclamações caíram 3,4% –  período em que o mercado encolheu 9 milhões de acessos.

Anatel publica TAC da Telefônica que troca R$ 2,2 bi em multas

Aprovado há quase um mês, acerto prevê investimentos de R$ 4,87 bilhões em 507 municípios do país, inclusive fora de São Paulo. 

Kassab: Revisão do modelo de telecom vai gerar R$ 50 bilhões

Ministro liderou comitiva que foi pedir apoio ao presidente do Senado, Renan Calheiros, para agilidade na aprovaçao do PL 3453/15 e no convencimento do TCU sobre a troca de multas aplicadas pela Anatel por investimentos das operadoras. 

Para Teles, preços da UIT não representam a realidade do Brasil

Estudo anual das operadoras aponta que o valor médio da cesta de serviços é de US$ 0,06, enquanto a União Internacional das Telecomunicações considera valores dez vezes superiores, o que deixa o país entre os mais caros do mundo.

Teles: ICMS alto é ‘tiro no pé’ por empurrar consumidor para a internet

Para as operadoras, ao aumentarem a cobrança de imposto de atividades como TV por assinatura, os Estados contribuem para a queda da arrecadação uma vez que incentivam a substituição de serviços tributado por outros como o Netflix, que não pagam ICMS. 

Receita de serviços de telecom desaba e fica em R$ 125,08 bilhões

De acordo com a Frost & Sullivan, a queda no faturamento ficou em 31,4% em 2015, com forte impacto da valorização do Dólar frente ao Real. Empresas remodelam serviços tradicionais para tentar voltar a crescer. Banda larga é o centro das estratégias.



  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G