Home - Convergência Digital

Aplicativos: Sem lei no Brasil, termo de uso é a única proteção do usuário

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos - 26/03/2012

Para o advogado e presidente do Conselho de Tecnologia da Informação da Fecomércio/São Paulo, Renato Opice Blum, falta clareza para a garantia dos direitos dos usuários de aplicativos móveis. Segundo Opice Blum, hoje, quem determina as regras do jogo é o desenvolvedor do aplicativo. E o especialista lembra: Não há aplicativo gratuito sem interesse em retorno financeiro.

"Não há jurisprudência que proteja os dados pessoais no caso dos aplicativos móveis", observou Renato Opice Blum, que no último dia 21, participou do debate Aplicativos X Privacidade, na Fecomércio/SP. E, hoje, o Termo de Uso - com suas longas páginas, a maioria tem mais de 40 - é a única proteção para o usuário. "Teria sido melhor se antes da explosão do consumo de aplicativos móveis, se tivesse uma regra transparente, mas infelizmente não temos", afirma Opice Blum.

"Hoje quem determina o norte das ações é o desenvolvedor de conteúdo. E temos que lembrar que apesar do aplicativo ser gratuito, há, sim, uma questão de remuneração para o desenvolvedor e há regras de uso. Só que, hoje, faltam modelos claros para definir as responsabilidades", acrescenta o advogado, especializado em Direito Eletrônico. Opice Blum.

Ele observa ainda que, hoje, as pessoas baixam aplicativos sem saber quais dados são coletados e para que serão usados. "Esse é um problema a ser enfrentado", adverte. Assista a palestra de Renato Opice Blum sobre privacidade de dados em aplicativos móveis.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

31/08/2016
Embrapa lança hackathon de aplicativos para manejo de pragas

26/08/2016
Polícia do Rio cria app para facilitar denúncias de ocorrências

25/08/2016
Menos de 30% dos brasileiros dizem navegar na Internet no trabalho

19/08/2016
Estado dos EUA cria taxa sobre apps como Uber para financiar os táxis

19/08/2016
"Pardal" é o app para denúncias à Justiça Eleitoral

19/08/2016
Taiwan cobra R$ 20 milhões da Uber em impostos

17/08/2016
Uber processa Londres por regras que vão de call center a seguros

17/08/2016
TCU vai premiar aplicativos com R$ 50 mil

16/08/2016
MCTIC tenta incluir uso do Fust no projeto sobre fim das concessões

15/08/2016
MPF quer regulamentação federal para o Uber

Destaques
Destaques

Regulamentação excessiva vai travar Internet das Coisas na América Latina

Relatório da 5G Americas sugere que o ecossistema dialogue para evitar interferências desnecessárias à evolução da tecnologia e de novos modelos de negócio.

Banda larga móvel dispõe de apenas 35,4% de espectro no Brasil

País é o que apresenta mais frequências de espectro às teles - 609 MHz, mas ainda está bem distante dos 1,72 GHz desejados pela UIT para 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

VoLTE: Você sabe o que isso vai significar?

Por Luiz Cesar de Oliveira,

Serviços de voz sobre uma rede 4G devem se tornar disponíveis aos consumidores a partir de 2017.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site