TELECOM

TV digital: Angola quer definir padrão ainda em 2012

Luís Osvaldo Grossmann e Luiz Queiroz ... 23/03/2012 ... Convergência Digital

O governo de Angola voltou a sinalizar apreço pelo padrão nipo-brasileiro de TV Digital (ISDB-T) em reunião nesta sexta-feira, 23/3, entre o ministro das Comunicações Paulo Bernardo e o vice-ministro de Telecomunicações angolano, Aristides Safeca.

Apesar da torcida por essa “cabeça de ponte” no continente africano, não existe uma decisão tomada. E a posição do padrão europeu, DVB-T, é mais forte entre os países da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla em inglês).

Existe uma expectativa de que o Conselho de Ministros de Angola se posicione, ainda este ano, sobre o relatório técnico que indica a preferência pelo padrão nipo-brasileiro – e mesmo negociações preliminares para um eventual acordo de TV Digital entre os dois países. Mas a decisão final, lembra Safeca, é política.

“Fizemos um estudo dos dois sistemas, durante quase três anos, que resultou na recomendação técnica para que Angola escolha o ISDB-T. Mas a decisão técnica depende de uma decisão política que também leva em conta orçamento, estratégia e planos de negócios”, admitiu.

Como participou da assinatura do memorando de entendimento entre Telebras e Angola Cables para a construção de um cabo submarino entre os dois países, o vice-ministro destacou que essa conexão pode ajudar na escolha, devido ao potencial de geração de outros negócios.

“Esse memorando e a implantação da fibra [óptica] cria um grande potencial para Angola. A TV Digital requer produção audiovisual, no que Angola tem limitações, mas que pode criar facilidades uma vez que nossos países falam a mesma língua”, completou Safeca.


CADE pede condenação de empresas do mercado de recarga de telefones celulares

A prática anticompetitiva do mercado de distribuição de recarga eletrônica no pré-pago teria acontecido entre 2007 e 2009, quando o mercado movimentou cerca de R$ 3,5 bilhões.

Brasília revoga lei que restringia instalação de antenas de celular

Projeto assinado por 20 dos 24 deputados distritais foi aprovado em menos de um mês e revoga a Lei 3446/2004, que impedia a instalação de ERBs em escolas e a menos de 50 metros de qualquer habitação. 

Claro amplia vantagem sobre TIM em mercado que continua em queda

São 252,5 milhões de chips de celular ativos no país, um recuo de 31,5 milhões desde o pico, em maio de 2015. Queda se concentra no pré-pago, enquanto 4G segue em alta. 

Não interessa a ninguém a Oi quebrar

A Anatel terá de usar todos os seus chapéus e fazer de tudo para não ser confundida como representante do Estado na recuperação judicial da operadora, pontua Eduardo Ramires, advogado doManesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques.

Revista do 59º Painel Telebrasil 2015
Veja a revista do 59º Painel Telebrasil 2015 As principais empresas prestadoras de serviços e da indústria de telecomunicações e autoridades governamentais e do Legislativo se dedicaram a discutir o tema escolhido para este ano: A evolução dos modelos de negócio das telecomunicações: Desafios políticos e regulatórios.
Clique aqui para ver outras edições


  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G