Convergência Digital - Home

SaaS é trunfo na oferta de cloud no Brasil

Convergência Digital
Fábio Barros - 23/03/2012

O modelo de computação em nuvem vem mudando não apenas o dia-a-dia das empresas usuárias de TI, mas também o das empresas fornecedoras de soluções. Um exemplo é a mudança que vem ocorrendo no modelo de atuação da Kaseya, software house especializada no desenvolvimento de aplicativos para gerenciamento de áreas de TI.

No Brasil desde 2006, a companhia iniciou há dois anos a oferta de seus produtos no modelo SaaS (software como serviço) e, desde então, garante que vem abrindo novas frentes de atuação. Em visita ao Brasil, Bill Falk, vice-presidente executivos de venda da Kaseya, disse que a empresa tem hoje 135 clientes no País, e que deve dobrar este número em no máximo três anos.

“Nosso foco hoje são as companhias prestadoras de serviços de TI, que usam nossos aplicativos para aprimorar a qualidade de seus serviços”, diz. Mas a carteira não se mantém neste perfil, incluindo também antigas revendas de hardware e software que estão migrando para serviços e, em menor número, revendas com foco em grandes corporações, que usam os aplicativos on-premise.

Mas o que vem mudando a relação da Kaseya com o mercado, de acordo com Falk, é a recente oferta em nuvem. De acordo com Falk, as ofertas em SaaS têm aberto novos mercados para a companhia, uma vez que permite sua oferta de forma mais granular. “Em 2011, 10% de nossos novos negócios foram SaaS. O percentual tende a crescer, já que o modelo é que mais cresce no Brasil”, diz, lembrando que o aplicativo da Kaseya fica baseado em uma nuvem na Inglaterra.

Sobre o nível de adoção entre mercados maduros e emergentes, Falk diz que a adoção do modelo tem se dado de forma igualitária, mas por razões diferentes. “Nos Estados Unidos, por exemplo, o estímulo do governo tem levado muitas empresas a adotar cloud computing”, conclui.

Facebook Twitter Google+ LinkedIn Email Addthis

Destaques
Destaques

Software reina e dita os negócios na nuvem pública

Receita estimada para software como serviço é de US$ 96,5 bilhões em 2016. Para 2020, esse montante vai mais do que dobrar.

Oito em cada 10 empresas vão investir em nuvem e data center definido por software

Estudo global mostra que TI e Negócios estão alinhadas em priorizar os investimentos em computação na nuvem como tendência de Tecnologia mais relevante este ano.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

De Byte a Yottabyte em muito pouco tempo...

Por Wilson Grava*

O Big data impulsiona os negócios, mas tem riscos. Eles passam pelo uso inadequado, pelas violações e perda de dados até a preocupação do usuário final com a privacidade e segurança desses dados.

Mitos e verdades sobre ERPs em nuvem

Por Grasiela Tesser*

Ainda que Cloud Computing esteja se popularizando e sendo cada vez mais natural nas operações das empresas, muitas companhias ainda relutam em utilizar sistemas de gestão – os ERPs - na nuvem. É o medo da inovação.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site