TELECOM

Banda larga: Ainda faltam investimentos no Brasil

Fábio Barros ... 20/03/2012 ... Convergência Digital

Durante a divulgação do “Balanço Huawei de Banda Larga 2012”, nesta terça-feira, 20/03, o presidente da Teleco – parceira da empresa na realização do estudo – destacou o contexto em que banda larga (fixa e móvel) vem crescendo no Brasil. De acordo com o executivo, os serviços fixo e móvel tendem a se integrar no futuro, e as operadoras precisam estar prontas para isso.

“Na prática, precisamos de uma rede fixa, baseada em fibra, que chegue às residências e torres de transmissão celular. E a partir daí se distribuem as redes móveis. Os últimos metros serão wi-fi”, defende. Para Tude, o primeiro sinal desta integração são as ofertas de serviços oferecidas atualmente pelas operadoras, com velocidades de acesso cada vez maiores.

O estudo mostrou que o tráfego global de dados praticamente dobra a cada ano – na AT&T, por exemplo, ele cresceu 80% em 2011 – e isso vai exigir investimentos em infraestrutura. “Principalmente porque o Brasil vai bem em acessos, é o oitavo do mundo em banda larga fixa, mas em densidade está muito longe dos países mais desenvolvidos”, afirma Tude.

Ilustrando: a densidade da banda larga fixa no Brasil é de 8,5 acessos em cada 100 habitantes. A média dos países membros da OECD (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) é de 25,5 acessos em cada 100 habitantes. A previsão é de que o Brasil atinja 20 acessos em cada 100 habitantes, apenas em 2016.

“Para isso, há a necessidade de investir em infraestrutura, o que significa chegar com a fibra mais perto da casa dos assinantes”, explica Tude. Na prática, uma estimativa feita pela Teleco e pela Huawei mostra que levar fibra a todos os domicílios brasileiros representaria um investimento de R$ 100 bilhões.


Roubo de cabos e rádios de telecom custa R$ 320 milhões ao ano às operadoras

SindiTelebrasil adverte que no ano passado foram registradas 5,6 mil ocorrências de roubo, furto e receptação de elementos de redes de telecomunicações. Só de cabos foram mais de quatro milhões de metros furtados.

Oi faz projeto piloto e libera WiFi para clientes de outras operadoras

Do total de dois milhões de hotspots da operadora, 470 mil ficam no Rio de Janeiro. Liberação do uso para não clientes faz parte da estratégia de marketing móvel.

João Rezende deixa Anatel sobre pressão do caso Oi, franquia da banda larga e renovação dos contratos das teles

Na agência desde 2009 e na presidência desde 2011, o ex-presidente da agência enfrentou um crítico 2016.

Receita trimestral das teles com dados cresce 128% e chega a R$ 7 bilhões

Análise da Anatel mostra que desempenho entre 2013 e 2015 elevou a participação dos dados para quase 50% da receita operacional, de R$ 14,2 bilhões no terceiro trimestre de 2015. 

Revista do 59º Painel Telebrasil 2015
Veja a revista do 59º Painel Telebrasil 2015 As principais empresas prestadoras de serviços e da indústria de telecomunicações e autoridades governamentais e do Legislativo se dedicaram a discutir o tema escolhido para este ano: A evolução dos modelos de negócio das telecomunicações: Desafios políticos e regulatórios.
Clique aqui para ver outras edições


  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G