INOVAÇÃO

Corte do orçamento obriga revisão de projetos no MCTI

Da redação ... 16/03/2012 ... Convergência Digital

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, disse nesta quinta-feira, 16/03, que a pasta vai contornar “as dificuldades” em consequência do corte orçamentário anunciado pelo governo por meio de parcerias com instituições ligadas ao setor e com a priorização de projetos. Raupp participou da aula inaugural da Coordenação dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ).

No mês passado, o governo informou que o ministério perderia cerca de 22% dos valores originalmente previstos na Lei Orçamentária Anual, o que corresponde a uma fatia de R$ 1,48 bilhão dos R$ 6,7 bilhões iniciais.

“O ministério pretende distribuir os cortes de uma maneira que a gente sofra menos, escolhendo projetos que são prioritários e não cortando neles. Em segundo lugar, fazendo parcerias com a Petrobras, com a Coppe, que teve autorização para financiar o Projeto Ciência sem Fronteiras”, afirmou, ressaltando, no entanto, que o ideal seria que a pasta não tivesse os recursos diminuídos. “Conseguindo parcerias a gente vai superando essas dificuldades, mas evidentemente temos que trabalhar sempre para não ter cortes”, acrescentou.

Em sua palestra, ele destacou que países com tradição em ciência e tecnologia, como os Estados Unidos, as principais economias da Europa e o Japão, embora enfrentem os efeitos da crise econômica, “têm apostado decididamente nos investimentos em ciência, tecnologia e inovação”, com estímulo tanto para a busca das fronteiras do conhecimento, como para a utilização do conhecimento produzido pelas empresas e pela sociedade.

“Essa é uma marca de países que têm tido sucesso e querem continuar a exercer papel de liderança no mundo. Não abandonam jamais nenhum desses dois lados da moeda [ciência e tecnologia de um lado e inovação de outro]. É uma lição que a gente tem que tirar. Diminuir essas atividades gera grandes prejuízos, difíceis depois de serem recuperados”, advertiu.

Fonte: Agência Brasil


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

TI domina o mercado de aceleradoras de startups no Brasil

Estudo mostra que até janeiro deste ano, 1100 startups receberam incentivos no país, por meio de 40 aceleradoras consolidadas no mercado brasileiro. São Paulo concentra 48,4% das aceleradoras.

Inovação está fora do orçamento de boa parte do mercado de TI

Pelo menos 20% das empresas nacionais de TI não fazem qualquer tipo de aporte em P&D, revela o Censo de TI 2015. Mais de 30% das companhias dedicam apenas 0,25% da receita à Inovação.

Google emitirá, em tempo real, alertas sobre desastres naturais

Parceria com o governo permitirá o envio das informações por meio das plataformas Google Now, Google Maps e página de busca.

WCIT inova e versão brasileira terá prêmio global para empreendedorismo

Competição internacional vai premiar soluções de TIC que tragam impacto social. Inscrições estão abertas e vencedores serão conhecidos no Congresso Internacional de Tecnologia da Informação, que acontece em Brasília, de 03 a 05 de outubro.

Brasília prioriza TICs em programa de R$ 5 milhões para startups

Programa Startups Brasília 2016 vai distribuir R$ 150 mil para cada projeto contemplado. Inscrições vão até o dia 02 de agosto.



  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G