Home - Convergência Digital

Instituto Embraer cria novo colégio em Botucatu

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 16/03/2012

O Instituto Embraer de Educação e Pesquisa anunciou hoje a construção de uma nova unidade do Colégio Embraer, escola modelo focada na excelência acadêmica para alunos egressos da rede pública de ensino. Com um investimento de cerca de R$ 5 milhões, o novo Colégio Embraer terá capacidade para 360 alunos e será localizado ao lado da Unidade Embraer Botucatu, no interior de São Paulo, em terreno cedido pela prefeitura.

O Colégio será aberto para a primeira turma no início de 2013. Terá o nome Colégio Embraer – Casimiro Montenegro Filho, em homenagem a um dos idealizadores do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). O Marechal Casimiro Montenegro Filho se destacou por sua visão dedicada aos resultados da educação na agregação de valor à sociedade, o que norteia também as ações do Instituto Embraer desde sua criação há mais de 10 anos.

A nova escola funcionará nos mesmos moldes do Colégio Embraer – Juarez Wanderley, em São José dos Campos, que já formou 1.600 alunos desde sua criação em 2002. Integralmente mantido pelo Instituto Embraer, o colégio é um dos cinco melhores do Estado de São Paulo, segundo o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2010. Seus alunos têm conquistado 100% de aprovação nos vestibulares, sendo mais de 80% nas universidades públicas.
 
O Colégio Embraer – Casimiro Montenegro Filho beneficiará alunos egressos da rede pública de Ensino Fundamental de Botucatu, município localizado a 240 km da capital paulista, e outras sete cidades da região: Anhembi, Areiópolis, Bofete, Itatinga, Pardinho, Pratânia e São Manuel.

“Desde 2004, executamos diversos projetos com foco em educação na região”, afirmou Pedro Ferraz, Diretor Superintendente do Instituto Embraer. “Hoje, damos mais um grande passo com o lançamento da segunda unidade do nosso bem-sucedido Colégio Embraer, ampliando significativamente as ações sociais da Empresa nas comunidades onde atua.”

O modelo educacional, desenvolvido e aperfeiçoado ao longo dos dez anos de atividade do primeiro Colégio Embraer, fundamenta-se em três objetivos: excelência acadêmica, orientação para o mundo do trabalho, e formação cultural, social e ambiental. O novo Colégio terá o mesmo projeto pedagógico e de gestão, com salas de aula, biblioteca e modernos laboratórios. A jornada escolar diária será de 10 horas e todos os alunos receberão, gratuitamente, alimentação no local, uniforme, transporte e material didático. O processo seletivo para admissão será realizado anualmente, a partir do terceiro trimestre de 2012, por instituição independente.

A Embraer atua em Botucatu desde 1980, quando incorporou as atividades da Indústria Aeronáutica Neiva. A unidade conta atualmente com cerca de 1.800 empregados e é responsável pela produção, comercialização e suporte do avião agrícola Ipanema, fabricação de peças e estruturas para jatos comerciais e executivos, e montagem da estrutura da fuselagem do Super Tucano, avião de treinamento avançado e ataque leve.

O Instituto Embraer de Educação e Pesquisa, desde a sua criação, em 2001, direciona suas ações para iniciativas que contribuam para o processo de inclusão social através da educação. A atuação do Instituto Embraer se dá, predominantemente, em duas áreas: projetos educacionais oferecidos a alunos da rede pública e projetos de melhoria do processo de gestão, voltados para organizações da sociedade civil, ONG e escolas da rede pública.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A geração do Milênio se manifesta. . . E todos precisamos ouvir

Por José María Álvarez-Pallete*

Destaques
Destaques

Justiça Federal de SP regulamenta teletrabalho

Normatizada pelo Conselho Nacional de Justiça ainda em 2015, modalidade vai sendo gradativamente implantada no Judiciário. No TRF 3, desempenho terá que ser até 30% superior ao de quem trabalha presencialmente no órgão. 

Em tempo de crise, COBOL fica mais vivo do que nunca

O desafio dos gestores de TI é integrar os sistemas legados aos novos de computação em nuvem e mobilidade. Dados mostram que, hoje, 1,5 milhão de linhas de códigos são escritas na linguagem de programação no mundo.

Profissionais de TI sinalizam 'medo' de perder emprego para os robôs

Pesquisa global mostra que mais de 30% dos especialistas temem o uso massificado dos dispositivos nos próximos anos. Levantamento também mostra uma forte preocupação com os riscos do avanço da Internet das Coisas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site