GOVERNO

Minicom: Prioridades de 2012 são as mesmas de 2011

Luís Osvaldo Grossmann ... 14/03/2012 ... Convergência Digital
Ao participar de audiência no Senado, nesta quarta-feira, 14/3, o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, apresentou uma lista de medidas que considera prioritárias para 2012. Talvez seja o ritmo do governo, mas a relação do que esperar deste ano é praticamente a mesma de 2011.

A lista é encabeçada pelo leilão das faixas de 450 MHz e 2,5 GHz, previsto para junho deste ano. Mas outras demandas há muito discutidas também fazem parte do rol. São elas:

Desoneração de investimentos em redes, várias vezes anunciada ao longo do ano passado, mas que, segundo o ministro Paulo Bernardo, carecia de “adequação orçamentária”;

Serviços e terminais mais baratos para a população de baixa renda, cuja origem, ao menos nesta fase, remonta à proposta original do plano de obrigações das teles, com serviços atrelados ao cadastro único dos programas sociais;

Decreto sobre direito de passagem, que trata da previsão, em grandes obras públicas, da construção de dutos para a instalação de redes de telecomunicação – prometido ainda durante o Fórum Brasil Conectado, em 2010;

Lei Geral de Infraestrutura em Telecom, nome atualizado para outra proposta do Fórum Brasil Conectado, de unificação das regras para instalação de antenas nos municípios;

Marco legal da comunicação eletrônica, cujo projeto original, do então ministro Franklin Martins está pronto desde o fim de 2010, mas que no governo Dilma Rousseff foi submetido a revisão;

Outras prioridades são a preparação da infraestrutura para a Copa do Mundo, acelerar a implantação da TV Digital – o que também remete a outra, a definição do operador da rede pública, e um projeto-piloto de Cidades Digitais.

Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2016

Criar reserva de mercado não é a saída para o profissional de TI

Assespro Nacional, Softex, ABES, Fenainfo e TI Rio afirmam que a medida, se aprovada, pode vir a ser uma 'camisa de força' para o setor. Representantes das entidades advertem que fechar as portas para outros especialistas será um equívoco.

Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2016

Governo retoma debate sobre consulta pública para Internet das Coisas

Interoperabilidade e proteção de dados são elementos essenciais para o debate na definição de uma política pública para IoT, sustenta José Gontijo, do MCTIC.

Kassab alinha gestão e nomeia nova diretoria para a Telebras

Novo presidente será Antonio Loss, executivo do mercado de TV por assinatura e banda larga, que passou pela Net Sul, Net, Oi e pela Via Sat. O ex-conselheiro da Anatel, Jarbas Valente, será o novo diretor técnico-operacional

Governo redefine política de Segurança e mira ataques cibernéticos

Estratégia defende a expansão da capacidade operacional da espionagem brasileira, inclusive no ambiente cibernético. Governo Temer devolve coordenação da inteligência ao Gabinete de Segurança Institucional.

Governo federal vai usar Facebook para avaliar serviços públicos

Projeto financiado pelo BID usará a rede social para medir satisfação na marcação de consultas do SUS, emissão de carteira de trabalho, de motorista, identidade e registro de nascimento. 


Acompanhe a cobertura do Seminário de Políticas Públicas e Negócios - Brasscom 2016

Telebras: rede única do governo fica pronta no 2º semestre e será 100% criptografada

Estatal confirma que a infraestrutura será fechada para os entes públicos das esferas municipal, estadual e federal. Previsão de ativação é para o segundo semestre.


Clique aqui e veja a cobertura completa e os vídeos da íntegra do evento

  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G