GESTÃO

Itautec ganha causa no TST sobre uso de telefone celular

Da redação ... 14/03/2012 ... Convergência Digital

Em recurso da 1ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, a Itautec S. A. foi dispensada de pagar adicional de sobreaviso a um empregado que usava aparelho celular da empresa fora do horário de serviço. O órgão entendeu que o adicional é devido apenas no caso de o empregado ser obrigado a permanecer em casa para receber ordens de serviço do empregador, o que não acontece quando se faz uso de aparelhos como o celular, bip ou rádio.

A empresa recorreu ao TST contra decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (Bahia) que a condenou ao pagamento de horas de sobreaviso e a multou por ter tomado medidas que atrasaram o processo. O entendimento foi que o uso do celular pelo empregado, para receber ordens da empresa, apesar de não limitar sua liberdade de locomoção, restringe seu tempo, que não pode ser usado de forma livre.

O relator da 1ª Turma do TST, ministro Vieira de Mello Filho, afirmou que a decisão regional se opõe à jurisprudência do TST, para a qual o pressuposto maior para a caracterização do sobreaviso é, justamente, a limitação de liberdade de locomoção do empregado e a limitação da disposição de seu tempo, conforme estabelece o artigo 224, parágrafo 2º, da CLT.

O relator esclareceu que o uso do telefone celular pelo empregado, por si só, não caracteriza o regime de sobreaviso, uma vez que ele não precisa permanecer em sua residência aguardando, a qualquer momento, ser chamado para o serviço. Ao contrário, dá a ele liberdade de aproveitar o seu tempo como ele quiser, bastando que mantenha o aparelho ligado e perto. O voto de Mello Filho foi seguido por unanimidade.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Tribunal Superior do Trabalho.


Carreira
Academia da Cisco forma 300 jovens em técnicos de TI

Pelo menos 100 alunos trabalham como apoio aos Jogos Olímpicos e já garantiram trabalho após o megaevento. Cursos vão continuar nas Naves do Conhecimento.

Real Alagoas investe na tomada ágil de decisão com ERP Globus

Empresa, que atua no mercado de transporte do Nordeste, usa as informações consolidadas para melhorar o desempenho operacional.

Google respondeu a 57% dos pedidos de dados do governo brasileiro

Relatório de Transparência da empresa, relativo a 2014 a 2015, mostra que o Brasil ocupa a 8ª posição no ranking global de pedidos governamentais por dados de usuários.

TIM fecha call centers e demite 1600 empregados

Unidades que deixam de operar são de Curitiba e Recife. Atendimento nessas capitais, de acordo com a operadora, foi terceirizado.

Decreto obriga órgãos do governo compartilhar os bancos de dados

Se forem dados cadastrais ou referentes a emprego, o compartilhamento será "preferenciamente automático". Dados sensíveis somente com pedido de oficial de liberação. Informações armazenadas do Imposto de Renda dos contribuintes, que envolve sigilo, não serão compartilhadas pela Receita Federal.

TCU lança guia sobre governança de TI

Documento, elaborado em conjunto com entidades de auditoria pública do Brasil e outros três países (Kuwait, Lituânia e África do Sul) busca apoiar entidades ao redor do mundo no desenvolvimento de capacidade na realização de auditoria de TI.



  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G