INTERNET

Comércio eletrônico movimentará R$ 23,4 bilhões no Brasil em 2012

Da redação ... 13/03/2012 ... Convergência Digital

O comércio eletrônico movimentou R$ 18,7 bilhões em 2011, volume 26% maior que a cifra registrada em 2010, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 13/03, por meio do estudo WebShoppers, conduzido pela e-bit, empresa especializada em informações do segmento, com apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio).

De acordo com o levantamento, o tíquete médio ficou em R$ 350. No período, nove milhões de novos consumidores passaram a fazer compras pela internet, somando 32 milhões de pessoas que compraram, ao menos uma vez, por meio dos sites de comércio eletrônico.

Como reflexo dos preços competitivos e das facilidades de pagamento oferecidas pelas lojas virtuais, os produtos de maior valor agregado lideraram a preferência dos consumidores. Sob esse cenário, o ranking de categorias mais vendidas incluiu eletrodomésticos; informática; eletrônicos; cosméticos e perfumaria/cuidados pessoais; e moda e acessórios. A pesquisa também destacou a ascensão nas vendas do segmento de moda e acessórios.

Para 2012, a expectativa é de que o setor alcance uma receita de R$ 23,4 bilhões, o que representaria um salto de 25% em relação a 2011. Só no primeiro semestre, a projeção é de um total de vendas de R$ 10,4 bilhões. O estudo da e-bit traz ainda dados do mercado de compras coletivas. Em 2011, o segmento atingiu o patamar de 9,98 milhões de usuários, com um total de 20,49 milhões de pedidos e um faturamento de R$ 1,6 bilhão.

Fonte: Valor Online


Ministério da Justiça diz que alegação do WhatsApp sobre criptografia é falaciosa

Para o governo, app teria condições de fazer o ‘grampo’ exigido. “Não há dúvidas da completa possibilidade técnica”, sustenta o MJ. 

Facebook vira alvo de ação coletiva por ajudar espionagem americana

Processo é movido pelo austríaco Max Schrems, o mesmo que já bateu a rede social e derrubou o acordo entre EUA e UE para transferência de dados. 

Fibra óptica cresce, mas ainda responde por apenas 5,77% da banda larga

O Brasil fechou o mês de julho com 26,3 milhões de acessos fixos a Internet, segundo balanço da Anatel. Maior parte dos acessos é feito via conexão XDSL.

Regulamentação não é inimiga da Internet livre e aberta

"Não existe uma solução panaceia que vai atender a todos na Internet. Isso é impossível", ressalta o assessor da SEPIN, Otávio Caixeta.

Europa reforça neutralidade e restringe zero rating, mas vai avaliar caso a caso

Orientações do regulador europeu vedam ofertas de acesso parcial à internet e gestão de tráfego associada a acertos comerciais, bem como bloqueios a VoIP ou streaming de vídeos.

Revista Abranet 17 . Julho/Agosto 2016
Veja a Revista Abranet nº 17 A Internet que temos no Brasil é a que podemos ter. Planejamento é a melhor estratégia para sobreviver à crise. ISPs: ataques de negação de serviço entre os mais comuns, mas não os únicos.
E mais...
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G