TELECOM

OAB cobra Anatel sobre controle de qualidade na telefonia móvel

Convergência Digital ... 07/03/2012 ... Convergência Digital

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) quer saber quais exigências estão sendo feitas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) às operadoras de telefonia celular em relação à qualidade dos serviços prestados no país.

Nesta quarta-feira, 07/03, o presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, enviou um ofício ao presidente da Anatel, João Rezende, pedindo esclarecimentos sobre a atuação da agência em relação ao “quadro caótico” dos serviços prestados pelas operadoras de telefonia móvel.

“A telefonia móvel alcançou o status de gênero de primeira necessidade, sendo esta a razão inconteste para que a prestação de serviços ocorra com um mínimo de qualidade, eficiência e segurança. Entretanto, estamos longe daquilo que poderíamos qualificar como minimamente razoável”, aponta o presidente da OAB, no documento.

A entidade pediu à Anatel informações sobre as exigências feitas às operadoras, as medidas promovidas pela agência para melhorar os serviços e as sanções que já foram aplicadas em razão do descumprimento nos contratos de prestação de serviços e abusos cometidos contra o direito do consumidor.

A OAB também solicitou detalhes do cenário da telefonia móvel no Brasil, principalmente quanto ao cumprimento de metas e indicadores de desempenho das empresas e dos investimentos aplicados na área de infraestrutura para o setor. A Anatel informou que já recebeu o ofício da OAB e que vai prestar os esclarecimentos solicitados pela entidade.

Fonte: Agência Brasil


CADE pede condenação de empresas do mercado de recarga de telefones celulares

A prática anticompetitiva do mercado de distribuição de recarga eletrônica no pré-pago teria acontecido entre 2007 e 2009, quando o mercado movimentou cerca de R$ 3,5 bilhões.

Brasília revoga lei que restringia instalação de antenas de celular

Projeto assinado por 20 dos 24 deputados distritais foi aprovado em menos de um mês e revoga a Lei 3446/2004, que impedia a instalação de ERBs em escolas e a menos de 50 metros de qualquer habitação. 

Claro amplia vantagem sobre TIM em mercado que continua em queda

São 252,5 milhões de chips de celular ativos no país, um recuo de 31,5 milhões desde o pico, em maio de 2015. Queda se concentra no pré-pago, enquanto 4G segue em alta. 

Não interessa a ninguém a Oi quebrar

A Anatel terá de usar todos os seus chapéus e fazer de tudo para não ser confundida como representante do Estado na recuperação judicial da operadora, pontua Eduardo Ramires, advogado doManesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques.

Revista do 59º Painel Telebrasil 2015
Veja a revista do 59º Painel Telebrasil 2015 As principais empresas prestadoras de serviços e da indústria de telecomunicações e autoridades governamentais e do Legislativo se dedicaram a discutir o tema escolhido para este ano: A evolução dos modelos de negócio das telecomunicações: Desafios políticos e regulatórios.
Clique aqui para ver outras edições


  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G