GOVERNO » Compras Governamentais

Compras governamentais: SLTI minimiza impacto na flexibilização da IN-4

Luiz Queiroz e Luis Oswaldo Grossmann ... 28/02/2012 ... Convergência Digital

O secretário de Logística e TI do Ministério do Planejamento, Delfino Natal de Souza, garante que as mudanças ocorridas na IN-4 - Instrução Normativa que rege o modelo de compras governamentais no país - afetam a um pequeno universo das compras de serviços de TI e, além disso, poderá ser revista em 12 meses, caso se verifique algum problema.

Segundo Delfino de Souza, a medida estava prejudicando os organismos federais dependentes dessas compras,uma vez que a burocracia acabava prejudicando a agilidade nas contratações. Entretanto, sobre a participação das empresas estatais, que também foram beneficiadas pelo afrouxamento das regras da IN-4, Delfino sustenta que o principal item da Instrução - que seria o controle e a definição estratégica daquilo que for comprado - não foi alterado.

A estratégia geral de TI foi mantida, segundo ele, e as empresas estatais não irão se valer da mudança para ganhar o mercado governanental das empresas privadas. CDTV gravou entrevista sobre o tema com o secretário de Logística do Ministério do Planejamento. Assistam:


Kassab alinha gestão e nomeia nova diretoria para a Telebras

Novo presidente será Antonio Loss, executivo do mercado de TV por assinatura e banda larga, que passou pela Net Sul, Net, Oi e pela Via Sat. O ex-conselheiro da Anatel, Jarbas Valente, será o novo diretor técnico-operacional

Dataprev contrata rede da Telebras por R$ 2,1 milhões

Acordo é por 12 meses, renováveis, e visa atender os três data centers da estatal, em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Estatal da previdência, ainda não tem seu destino selado pelo novo governo.

André Borges é nomeado como secretário de Telecomunicações

Quarenta dias depois de indicado pelo ministro Gilberto Kassab, ex-executivo da Oi e da Net é formalmente titular do posto – ainda pelo extinto Ministério das Comunicações. 

Governo redefine política de Segurança e mira ataques cibernéticos

Estratégia defende a expansão da capacidade operacional da espionagem brasileira, inclusive no ambiente cibernético. Governo Temer devolve coordenação da inteligência ao Gabinete de Segurança Institucional.

Governo federal vai usar Facebook para avaliar serviços públicos

Projeto financiado pelo BID usará a rede social para medir satisfação na marcação de consultas do SUS, emissão de carteira de trabalho, de motorista, identidade e registro de nascimento. 



  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G