Clicky

NEGÓCIOS

ANPD descarta intenção de travar o uso de dados

Luís Osvaldo Grossmann ... 23/02/2021 ... Convergência Digital

Com 20 nomeados, endereço e uma lista de tarefas, a Autoridade Nacional de Proteção de Dados “já chegou”, afirma seu presidente, o coronel da reserva Waldemar Gonçalves. Ele admite que ainda faltam mãos e uma estrutura adequada, mas sustenta que a ANPD está trabalhando e produzindo. 

“O marco da ANPD é a nomeação dos diretores, em 6 de novembro. E nesse período já publicamos um planejamento estratégico e uma agenda, lançamos o edital do Conselho Nacional de Proteção de Dados e uma tomada de subsídios para tratar de incidentes e nosso regimento interno está em fase final. A ANPD chegou e está funcionando a pleno vapor. A estrutura é enxuta, mas já está funcionando”, disse Gonçalves, ao falar sobre os primeiros passos da Autoridade durante o seminário Políticas de Telecomunicações, do portal Teletime. 

“Já temos 20 nomeados, principalmente como coordenador-geral ou coordenador, sem ninguém para ser coordenado nesse primeiro momento. Só tem cacique, faltam os índios”, afirmou o presidente da ANPD. Ainda assim, garante que até agosto, quando começam a valer o poder de multar, a estrutura de fiscalização estará preparada. 

“Nos aproximamos de agências como Cade e Anatel, para aproveitar bons exemplos de estrutura. Não podemos sancionar até o mês de agosto, mas em agosto temos que estar em condições de fazê-lo. Estamos dando celeridade a esse processo. Neste primeiro, momento a palavra chave é orientação. Vemos que as empresas têm essa preocupação, mas a ANPD não chegou para travar a utilização de dados. Queremos que sejam utilizados, mas de forma responsável.”

Ele reforçou que a ANPD estará permeável a participação da sociedade, para além da estr,os formaremos câmaras dedicadas para tratar e convidaremos as diversas empresas e setores que se prontificarem a colaborar com a ANPD e com o Brasil.”


Cloud Computing
Banco Modalmais compra startup de análise de dados

Refinaria de Dados, criada em 2017, já desenvolveu mais de 900 algoritmos de machine learning a partir da mineração dos dados. Objetivo do ModalMais é ser uma instituição data driven, ou seja, uma empresa com decisões guiadas por dados. O valor da compra não foi revelado pelas partes.

Intelsat contrata e abre centro de suporte a clientes no Brasil

Para o centro brasileiro, localizado no Rio de Janeiro, a empresa de satélite contratou 10 funcionários, que serão responsáveis pelo atendimento a clientes no país e em toda a América Latina.

Competitividade: o mantra do Brasil no jogo da economia digital

Em entrevista à CDTV, o executivo falou sobre os três objetivos estratégicos para 2021: reforma tributária digna para desonerar o emprego; formação de talento e medidas para garantir o uso intensivo de dados.

Produção setorial de TIC foi de R$ 506,5 bilhões em 2020

Apesar da crise econômica agravada pela Covid-19, o setor de TI e Comunicação cresceu 2.4% no ano passado, de acordo com dados da Brasscom. O segmento de software e serviços gerou R$ 216,1 bilhões, com crescimento de 5,1% e o de telecom, R$ 240,5 bilhões, mas com uma queda de 0,4%. Setor respondeu por 6,8% do PIB nacional.

Software brasileiro tem futuro ameaçado por falta de pessoas qualificadas

"O Brasil não tem de ser um celeiro de mão de obra, um BPO. Temos de fazer tecnologia. Mas falta política pública. Em 20 anos, nada aconteceu", lamenta o CEO da Plusoft, Solemar Andrade.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G