NEGÓCIOS

Qualcomm troca presidente do conselho e tenta evitar venda para Broadcomm

Convergência Digital* ... 09/03/2018 ... Convergência Digital

A Broadcom prometeu não vender a estrangeiros ativos críticos para a segurança nacional se seu acordo de aquisição da fabricante de chips Qualcomm for aprovado, em mais um esforço da empresa com sede em Cingapura para abrandar as preocupações de segurança dos Estados Unidos.

Separadamente, a Qualcomm disse que descontinuou o papel de presidente-executivo do conselho e nomeou um novo presidente não executivo do conselho, conforme busca favorecer os acionistas antes de uma disputa com a Broadcom agora esperada para 5/4.

A oferta da Broadcom de US$ 117 bilhões (cerca de R$ 370 bilhões) pela Qualcomm tornou-se uma complexa disputa sobre aprovações regulatórias, gerou questionamentos de segurança sobre a influência da China nas redes globais de celular e a melhor forma de financiamento futuro para as maiores fabricantes de chips do mundo.

Em uma carta aberta ao Congresso dos EUA, a Broadcom prometeu investir US$ 3 bilhões em pesquisa e engenharia e US$ 6 bilhões em manufatura nos Estados Unidos anualmente, sem informar a comparação com os atuais gastos das duas empresas.

A reunião anual de acionistas da Qualcomm foi adiada em um mês, para 5/4, depois que o Comitê de Investimento Estrangeiro nos Estados Unidos ordenou esta semana uma revisão de segurança nacional sobre a aquisição. O governo dos EUA levantou preocupações de que empresas chinesas, incluindo a grande fabricante de rede de equipamentos e celulares Huawei Technologies, vão aproveitar qualquer oportunidade aberta para liderar a próxima geração de redes de celulares conhecida como 5G.

* Da Reuters


Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Cenário ainda é nebuloso, mas aumenta a confiança na indústria eletroeletrônica

Após quatro quedas consecutivas, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) do Setor Eletroeletrônico, aumentou 9,3 pontos no mês de junho em relação a maio, mas ainda fica abaixo dos 50 pontos, indicando o receito das empresas com relação ao impacto da Covid-19.

Bradesco: Open Banking tem regulamentação agressiva e será uma agenda de ataque

O conselheiro do banco, Maurício Minas, diz que os grandes bancos vão adotar técnicas de defesa frente à concorrência, sem deixar de partir ao ataque. "Nós temos funding, balanço e credibilidade", salientou. Bradesco promete o uso massivo das nuvens híbridas.

Câmbio pressiona componentes e repasse vai chegar ao consumidor

Em sondagem realizada pela Abinee,  69% das empresas reportaram "pressões acima do normal".  O custo do frete também impacta os preços em tempo de redução de produção por conta da Covid-19.

Banco Bari e Paraná Banco unem transformação digital ao Open Banking

O Pari, nascido 100% digital, e o Paraná Banco, com 40 anos de atividades, identificam no Open Banking a oportunidade de avançar e consolidar linhas de serviços.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G