INTERNET

Prefeitura de Porto Alegre quer vender 1000 km de fibra óptica

Por Fernanda Ângelo ... 22/05/2019 ... Convergência Digital

A prefeitura de Porto Alegre quer vender ou repassar para a concessão privada uma rede de aproximadamente 1000 km de fibra óptica, revelou o prefeito Nelson Marchezan Júnior, ao participar do Painel Telebrasil 2019, nesta terça-feira, 21/05. "Queremos tirar essa responsabilidade de fazer esse ativo funcionar, mas estamos encontrando uma certa dificuldade de encontrar interessados", pontou o prefeito da capital gaúcha.

Porto Alegre trabalha com a expectativa de atrair mais investimentos para o município, que hoje tem quase uma centena de antenas programadas para serem instaladas, levando conectividades para vários pontos cegos da cidade. Nelson Marchezan Júnior explicou que a ideia da prefeitura é fazer um contrato - de 15 a 20 anos onde a empresa privada teria o direito de explorar pagando pelo ativo ou entregando serviços gratuitos determinados pela gestão pública.

Porto Alegre desburocratizou a implementação de antenas. O prefeito da cidade lembrou que teve de aprovar uma lei municipal para assumir que iriam cumprir uma Lei federal. Com a medida, a capital gaúcha saltou das últimas posições no ranking das cidades amigas da Internet, produzido pelo Teleco, para a 4ª posição em 2018, a melhor de uma capital brasileira. Entre as simplificações trazidas pela lei gáucha está a retirada da necessidade de que sete secretarias se manifestassem sobre a necessidade de instalação de uma antena. “Hoje o técnico responde profissionalmente pelas informações que ele entrega na prefeitura.E essa flexibilização trará investimentos de R$ 70 milhões que estavam represados por parte das operadoras, além de ampliar a entrega de serviços ao cidadão", completou Marchezan Júnior.


Airbnb é condenada por informação errada fornecida pela plataforma no Brasil

Aplicativos de hospedagem têm responsabilidade caso o anfitrião forneça informação diversa da apresentada ao usuário do serviço. Assim entendeu a juíza Marília de Ávila e Silva Sampaio, do 6º Juizado Especial Cível de Brasília.

Google, Facebook, Twitter e WhatsApp aderem a programa anti fake news do TSE

"Nas Eleições Municipais de 2020 pretendemos aperfeiçoar as ações voltadas a desmentir notícias falsas”, afirmou a presidente do Tribunal, Rosa Weber.

Dia das Crianças rende R$ 3 bilhões em vendas online

Segundo levantamento da Social Miner, resultado foi 23,9% melhor que o do ano passado. 

STJ: Internet deve ser veículo de divulgação de sentenças em ações coletivas

Terceira turma rejeitou decisão do RS que determinava publicações em jornais impressos. 

Autoridade de Dados é multissetorial, afirma Danilo Doneda

O professor, especialista em privacidade e proteção de dados e advogado foi indicado como representante da Câmara dos Deputados no Conselho Nacional de Proteção de Dados Pessoais e Privacidade, órgão consultivo da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), previsto na Lei 13.853/2019.

Revista Abranet 28 . ago/set/out 2019
Veja a Revista Abranet nº 28 O 802.11ax - ou Wi-Fi 6 - promete melhor desempenho por dispositivo, cobertura estendida, maior duração de bateria no devices conectados por ele e protocolos de segurança. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G