SEGURANÇA

WhatsApp tem “séria vulnerabilidade” e pede que usuários atualizem app

Convergência Digital ... 14/05/2019 ... Convergência Digital

O WhatsApp, do Facebook, anunciou ter descoberto uma grave falha de segurança e pede aos usuários do aplicativo de mensagens que atualizem o software na tentativa de evitar que spywares maliciosos sejam instalados em seus celulares.

A empresa teria informado o problema ao Departamento de Justiça dos Estados Unidos ainda na semana passada e também ao principal órgão regulador da empresa na União Europeia, a Comissão de Proteção de Dados da Irlanda (DPC) apontando uma “séria vulnerabilidade de segurança” em sua plataforma. O aplicativo é usado por 1,5 bilhão de pessoas por mês.

“A DPC entende que a vulnerabilidade pode ter permitido um agente malicioso instalar software não autorizado e obter acesso a dados pessoais em dispositivos que tenham o WhatsApp instalado”, disse o regulador em um comunicado. “O WhatsApp ainda está investigando se algum dado de usuário do WhatsApp da UE foi afetado como resultado desse incidente”, completa o órgão.

A notícia foi dada originalmente pelo jornal britânico Financial Times, que explicou tratar-se de uma vulnerabilidade que permitiria aos invasores instalarem spyware nos telefones, ligando para alvos usando a função de chamada telefônica do aplicativo. O spyware teria sido desenvolvido pela empresa de vigilância cibernética israelense NSO Group e afeta tanto aparelhos Android quanto o iPhone.

O FT disse que o WhatsApp ainda não poderia dar uma estimativa para o número de aparelhos que foram afetados. A NSO informou que sua tecnologia é licenciada para agências governamentais autorizadas “com o único propósito de combater o crime e o terror”, e que não opera o sistema, tendo um processo rigoroso de licenciamento e verificação.

“Investigamos quaisquer alegações confiáveis de uso indevido e, se necessário, tomamos providências, incluindo o fechamento do sistema. Sob nenhuma circunstância, a NSO estaria envolvida na operação ou identificação de alvos de sua tecnologia, que é exclusivamente operada por agências de inteligência e policiais”, disse a empresa.



NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Dados Pessoais: advogados são reação, não prevenção aos ataques cibernéticos

Muitas empresas baseiam suas ações de adequação à LGPD à área jurídica, mas deveriam investir mais em treinamento de pessoas, afirma o country manager da Check Point para o Brasil, Claudio Bannwart. " IoT e 5G abrem o Brasil para os super ataques cibernéticos", adverte Peter Alexander, CMO da companhia.

Fraude na Internet: Um em cada cinco brasileiros já foi vítima de roubo de identidade

Pesquisa, produzida pela PSafe, projeta que 24,2 milhões de brasileiros foram potenciais vítimas de fraudes online em todo país. O telefone é o dado mais usado de forma fraudulenta, seeguido de credenciais de redes sociais.

Segurança cibernética é tecnológica, é política e é estratégica para um País

Segurança cibernética permeia todas as ações de proteção de uma empresa ou País, advertiu o diretor de relações governamentais e regulatórios da Huawei Brasil, Carlos Lauria.

Vulnerabilidade BlueKeep, no Windows, é tão perigosa quanto foi o Wanna Cry

rA recomendação urgente é a atualização dos sistemas operacionais Windows, em especial, os mais antigos como o Windows 2003, Windows Server 2008 e 2008 R2.
 



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G