Home - Convergência Digital

Salários em TICs são três vezes maiores que a média nacional

Convergência Digital - Carreira
Luís Osvaldo Grossmann - 26/04/2019

Os empregos no setor de tecnologia da informação chegam a pagar quase o triplo do salário médio nacional. Segundo um levantamento da Brasscom, a remuneração média nas empresas de TI foi de R$ 4,4 mil em 2018, ou 2,4 vezes mais que a média nacional, de R$ 1,8 mil.

No segmento de software e serviços, onde estão três em cada quatro vagas das empresas de TI, o valor médio no ano passado foi ainda maior, de R$ 5 mil. Nesse caso, remuneração 2,8 vezes superior àquela da média nacional, conforme demonstrou a Brasscom durante o TecFórum 2019, em Brasília.

E como destaca o presidente executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo, o segmento foi quem teve melhor desempenho ao longo do ano passado. “Software e serviços foi a parte que mais cresceu, e forte, com novos postos para 28 mil trabalhadores”, afirmou.

As empresas de TI reuniam ao fim de 2018 845.226 trabalhadores. Mas o universo de vagas relacionadas a tecnologias da informação e comunicações é ainda maior. Considerando-se as empresas que não têm a TI como atividade principal, mas trabalham com ela internamente, como bancos, são 622 mil postos.

Além disso, o setor de telecomunicações, que completa as TICs, são outros 206 mil empregos. Ao todo, um mercado de trabalho de 1,67 milhão de profissionais. “Uma surpresa muito boa no ano passado foi a contratação de 12 mil pessoas em telecomunicações, talvez já pela transformação digital”, apontou Gallindo.



Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/06/2019
Vai à sanção lei que cria Carteira de Trabalho eletrônica

06/06/2019
Empresas de TI de Santa Catarina estão com mais de 700 vagas

05/06/2019
Grupo DB1 abre 80 vagas para home office

30/05/2019
Mesmo após quatro altas, emprego na indústria eletrônica é menor que 2018

29/05/2019
Integradora de TI tem 31 vagas de TI abertas

29/05/2019
Em 10 anos, faturamento e empregos em TI no Brasil crescem mais de 70%

20/05/2019
Empresa desenvolve algoritmo que seleciona candidatos a emprego

20/05/2019
Falsas ofertas de emprego fazem o Brasil campeão de phishing

08/05/2019
Brasscom: É urgente incluir computação no currículo do ensino médio e fundamental no Brasil

02/05/2019
Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Falta de mão de obra qualificada espanta investidores no Brasil

Mais de 50% dos jovens brasileiros podem ficar fora do mercado de trabalho por falta de qualificação e de habilidades digitais. A advertência foi feita por especialistas que debateram sobre educação e capacitação digital no Painel Telebrasil 2019.

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

Raio-X do mercado de trabalho nos últimos 10 anos, feito pela Softex, mostra que o salário médio de R$ 6 mil.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site