Home - Convergência Digital

Empresa vai pagar até R$ 100 mil para hackers acharem falhas na plataforma

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 08/11/2018

A partir do dia 10 de novembro, a comunidade brasileira de segurança poderá acompanhar a estreia da modalidade Bug Bounty do Hackaflag. O bug bounty é um programa de recompensa onde empresas poderão cadastrar suas aplicações e plataformas, definindo um valor a ser pago por cada bug ou falha de segurança detectada.

O objetivo dessa modalidade é promover esse tipo de iniciativa no mercado brasileiro, prática amplamente adotada pelos grandes unicórnios da cena de startups, empresas de tecnologia, governos e instituições financeiras, como a melhor forma de reconhecer as contribuições da comunidade hacker para um ambiente online mais seguro, priorizando a correção de problemas de acordo com o impacto que os mesmos causam na vida das pessoas.

Na estreia da modalidade no Brasil, a iniciativa será encabeçada pela Quod, gestora de inteligência de dados dos 5 maiores bancos brasileiros, que colocará sua plataforma à disposição de 20 pesquisadores de segurança que terão 12 horas para encontrar o maior número de falhas possível. Para cada falha encontrada, dependendo da criticidade da mesma, um prêmio em dinheiro será pago. A premiação total alcança os 100 000 reais.

“A Segurança da Informação é extremamente importante para o nosso negócio. Este evento é o primeiro passo de uma abordagem sistemática de monitoramento de segurança que estamos implementando”, afirma Leonardo Carmona, CISO da Quod. A disputa cumpre o propósito de desmistificar a figura controversa do hacker, já que possibilita que o público geral possa ver os processos de invasão em tempo real.

Enquanto ainda revela talentos para as principais empresas do país, profissionais já consolidados podem investir no networking e em novas oportunidades de carreira e renda. “O Hackaflag por anos tem sido uma importante ferramenta para fomentar a cultura hacker pelo Brasil e descobrir novos talentos para a Segurança da Informação. Neste ano vivemos um momento de consolidação e São Paulo é um polo fundamental para esse setor, por isso foi a primeira a receber a nova modalidade”, destaca Anderson Ramos, CTO da Flipside.

 





Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/05/2019
Falsas ofertas de emprego fazem o Brasil campeão de phishing

15/05/2019
Microsoft alerta para risco de novo ataque como WannaCry

15/05/2019
São Francisco proíbe polícia de usar reconhecimento facial

14/05/2019
WhatsApp tem “séria vulnerabilidade” e pede que usuários atualizem app

10/05/2019
Oi: cidades conectadas exigem um ecossistema que converse entre si

09/05/2019
Senado vai avaliar política nacional de segurança cibernética

17/04/2019
Clonagem de celular provoca perdas de até R$ 10 mil por vítima no Brasil

16/04/2019
Brechas legais para reconhecimento facial exigem autoridade de dados forte

15/04/2019
Defesa já investiu em 1.200 cursos para formar em segurança cibernética

11/04/2019
No Brasil, 15% dos PCs corporativos não têm proteção contra malwares

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

TI precisa de 420 mil novos profissionais até 2024

Formação de mão de obra, que já sofre para atender a demanda, vai ficar longe dos 70 mil novos empregos por ano. IoT, Big Data e segurança são áreas de maior demanda.

Salários em TICs são três vezes maiores que a média nacional

Em software e serviços, onde estão 75% das vagas das empresas de tecnologia da informação, remuneração média em 2018 foi de R$ 5 mil, contra R$ 1,8 mil do salário médio nacional.

TICs podem formar 1 milhão a cada quatro anos com recursos já existentes

Segundo o presidente da Contic, Edgar Serrano, atualização do marco legal de telecom e a criação do Sistema S das TICs são medidas de transformação digital sem impacto fiscal.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site