Clicky

Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Por Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 31/07/2020 ... Convergência Digital

A Huawei defende que a faixa de 6GHz, com 1,2 GHz de espectro, não seja 100% destinada para os serviços não licenciados. A fabricante defende a reserva de 500 MHz para a oferta de serviços licenciados a serem decididos mais à frente.

"Se dermos toda a faixa agora para não licenciados, depois não temos como recuperar. A nossa posição é deixar 500 Mhz da parte superior do espectro para uma decisão futura, até para entender a evolução da tecnologia", afirmou Carlos Lauria, Diretor de Relações Governamentais e Assuntos Regulatórios da Huawei, ao participar do eForum Wi-Fi 6, realizado nesta quinta-feira, 30/07, pelo Convergência Digital e pela Network Eventos.

Segundo ele, não há uma certeza que o 5G não licenciado vá ter as mesmas características do 5G licenciado, em especial, de latência. "Ainda há muito por se definir para o 5G não licenciado", ressaltou. Lauria também lembrou que, hoje, o Wi-Fi é usado porque o consumidor não quer gastar seu plano de dados. Mas com o 5G, os planos serão diferenciados e o que vai valer são a latência, mais do que o gasto do consumo de dados.

"O Wi-Fi tem uma grande demanda porque as pessoas não querem extrapolar seus pacotes de dados, mas isso vai mudar", diz. Assistam a participação de Carlos Lauria, da Huawei, no eForum Wi-Fi 6.

Veja abaixo a íntegra do evento.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Oi lança carteira digital via WhatsApp

Parceria com Conta Zap, serviço permite pagar contas, fazer recarga de celular, enviar e receber dinheiro. Ideia é permitir crédito por mensagens também. 

Por casa conectada, Vivo negocia opção de ser acionista minoritária na CDF

A CDF é um marketplace de solulções de assistência residencial e tecnológica e que já é parceira na oferta do Vivo Guru. Os novos serviços serão lançados em breve, mas um deles será voltado para a instalação e  configuração de dispositivos inteligentes.

Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

“Existe uma portaria, mas os requisitos ainda não estão completamente claros”, afirma o diretor de cibersegurança da fabricante chinesa, Marcelo Motta.

Oi entra na briga pela fibra ótica em São Paulo

Companhia diz que os pilotos comercial e de rede estão acontecendo e o lançamento ao mercado será no segundo trimestre (abril a junho) para os mercados B2C e B2B. A Oi vai usar 5,2 mil Km de rede própria oriundas da compra da MetroRed e da Pegasus no passado.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G