Clicky

Amarras das prefeituras travam R$ 3 bilhões em novas antenas de celular

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/08/2020 ... Convergência Digital

O Ministério das Comunicações atualizou as contas e projeta que existem cerca de R$ 3 bilhões represados nos municípios brasileiros que serviriam para a instalação de infraestrutura, especialmente antenas de celular. Segundo dados das empresas, são mais de 4 mil pedidos que aguardam licenças municipais. 

“Estimamos que há cerca de R$ 3 bilhões em investimentos represados que poderiam ser feitos já no primeiro ano se a Lei das Antenas fosse cumprida”, afirmou nesta terça, 25/8, o diretor do departamento de banda larga do Minicom, Artur Coimbra. 

Ao participar da divulgação do ranking de cidades amigas da internet, realizada pelo sindicato nacional das teles, o Sinditelebrasil, Coimbra afirmou que a regulamentação da Lei das Antenas (13.116/15) pode acelerar o licenciamento dos pleitos já realizados e facilitar ainda mais a nova geração de antenas de menor porte. O Decreto, no entanto, aguarda uma definição do Supremo Tribunal Federal. 

“A Lei das Antenas já prevê que infraestrutura de pequeno porte é dispensada de licenciamento. O Decreto trará os requisitos mínimos para classificar pequeno porte, no qual optamos por uma definição quantitativa, de dimensões, para dar maior segurança jurídica. Acreditamos que elas resolvem 90% dos casos de infraestrutura do 5G. Em alguns casos ainda vai precisar de licenciamento, mas 90% dos casos seriam resolvidos com essa definição, o que por si só já permite a rápida implantação do 5G no Brasil.”


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Justiça condena Claro e Mercado Pago a indenizar dono de celular sequestrado

Jusitça usou o Código de Defesa do Consumidor como base para estabelecer a punição aos prestadores de serviços. Consumidores tiveram telefone registrado em outro chip e dinheiro sacado de plataforma de intermediação de pagamentos.

Pernambucanas investe em chip próprio de telefonia móvel

Varejista investe em telefonia MVNO em parceria com a Surf Telecom. Modelo de negócio não exige fidelidade e não cobra multas e não há plano fixo.

Anatel busca consultoria para implementar acesso dinâmico a espectro

Contratação será feita pela União Internacional de Telecomunicações e envolve análise do arcabouço normativo e proposta de novas possibilidades de regulação.

Banco24Horas entra no mercado de recarga de celular e TV pré-pagos

As funcionalidades já estão disponíveis em mais de 23 mil caixas eletrônicos espalhados pelo país. Banco24Horas entra em um mercado com 71% dos consumidores são das classes C, D e E e um mercado avaliado em R$ 20 bilhões ao ano.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G