Home - Convergência Digital

Caixa Tem amplia compras pelo celular e alcança 2,1 milhões de transações digitais

Convergência Digital* - 28/05/2020

A partir desta sexta-feira, 29/05, os beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 – R$ 1,2 mil para mães solteiras – poderão pagar compras em cerca de 3 milhões de estabelecimentos comerciais em todo o país por meio do celular. A Caixa Econômica Federal está liberando uma atualização do aplicativo Caixa Tem que permite o pagamento por meio de QR Code.

Segundo o vice-presidente de tecnologia do banco, Cláudio Salituro, a ferramenta foi desenvolvida em dez dias. A novidade estará disponível nos estabelecimentos com maquininhas da bandeira Elo. mas outras bandeiras que queiram aderir estão aptas a fazer.  O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que a grande vantagem da ferramenta consiste em diminuir a necessidade de saques em espécie do auxílio emergencial, reduzindo as filas nas agências. “Não precisa sacar. Basta movimentar o dinheiro de forma digital para fazer as compras”, declarou.

A Caixa apresentou um balanço da movimentação das contas poupança digitais. Até o dia 27 de maio, o aplicativo Caixa Tem registrou 2,1 milhões de transações digitais, num total de R$ 647,4 milhões. Até agora, o aplicativo permitia o pagamento de boletos bancários, de contas domésticas (água, luz, telefone e gás) e de compras em sites parceiros. Com a nova ferramenta, será possível usar o aplicativo para compras nos próprios estabelecimentos.

Passo a passo

Primeiramente, o usuário poderá acessar o aplicativo Caixa Tem, usado para movimentar as contas poupança digitais criadas pelo banco, e escolher a opção pagar na maquininha. Em seguida, a câmera do celular automaticamente abrirá. O usuário deverá apontá-la para o código QR que aparecerá na maquininha, conferir o valor da compra a apertar o botão confirmar na tela do celular.

Em seguida, a maquininha do cartão imprimirá o recibo dizendo que a compra foi efetuada. Uma via ficará com o estabelecimento. O cliente só pega a via dele se quiser. Isso porque o aplicativo Caixa Tem armazenará cada compra, permitindo a conferência do saldo.

“É muito simples e muito fácil de fazer”, disse Salituro. Ele acrescentou que o processo ajudará no combate à pandemia de coronavírus, à medida que o beneficiário do auxílio emergencial não precisará tocar na maquininha nem digitar senhas. “O processo é seguro e sem contato físico com a maquininha”, destacou.

A Caixa começa a liberar nesta quinta-feira, 28/05, a atualização do aplicativo Caixa Tem para celulares com o sistema Android. Para celulares da Apple, com o sistema iOS, a atualização que permite o pagamento com código QR será liberada até sábado (30).

Fonte: Agência Brasil

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

29/10/2020
Home office, com TICs à frente, provoca um salto de 236% nas negociações coletivas de trabalho

28/10/2020
Trabalho remoto agora é oficial na Algar Telecom

26/10/2020
Mastercard: Número de desbancarizados no Brasil caiu 73% durante a Covid-19

15/10/2020
Covid-19 x saúde mental: mulheres empreendedoras pagaram a conta

05/10/2020
Serpro retoma as atividades presenciais, com exceção do Rio de Janeiro

01/10/2020
Covid-19: maioria teme o uso dos dados pessoais nos serviços públicos online

28/09/2020
SD-WAN ganha musculatura com a Covid-19 na América Latina

25/09/2020
Governo diz ter economizado R$ 1 bilhão com teletrabalho

23/09/2020
Mobile World Congresso 2021 é adiado de fevereiro para junho

23/09/2020
Dos 10% em teletrabalho no Brasil, maioria é branca, tem diploma e maior renda

Destaques
Destaques

Conexão no campo pode render até R$ 50 bilhões em dois anos

Estudo do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) revela que, hoje, faltam quase 15 mil antenas e torres para ofertar o serviço necessário para a digitalização do agronegócio. Os números foram revelados no Painel Telebrasil 2020.

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

A democratização do 5G e os desafios para as PPPs

Por Lincoln Oliveira*

Para evitar um provável cenário em que apenas as grandes empresas possam trabalhar com a nova tecnologia, será fundamental contar com os serviços das prestadoras de pequeno porte a fim de expandir o acesso à internet de alta qualidade a todas as regiões do país.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site