Home - Convergência Digital

NIC.br oferece treinamento a distância sobre IPv6

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 25/05/2017

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), entidade que implementa as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), recebe inscrições para mais uma iniciativa de incentivo à adoção do IPv6 no Brasil, voltada ao preparo de estudantes e profissionais da área: o Curso de IPv6 Básico a Distância. O anúncio foi feito no 43º encontro do Grupo de Trabalho de Engenharia e Operação de Redes (GTER), em Foz do Iguaçu. Não há processo seletivo ou pré-requisitos, basta acessar o portal do NIC.br, realizar a inscrição e conferir as aulas.

"Neste momento de avanço da Internet das Coisas e do esgotamento do estoque de endereços IPv4 na região da América Latina e Caribe, é fundamental ampliar os esforços para a adoção do IPv6 no Brasil, que se tornou inadiável. Há 10 anos o NIC.br promove ações de treinamento e capacitação sobre IPv6, para que ninguém fosse surpreendido", afirma Demi Getschko, diretor presidente do NIC.br.

"Nosso objetivo é disponibilizar o conhecimento sobre IPv6 para mais gente, sem abrir mão da qualidade do ensino. O treinamento a distância permite que pessoas que estejam em diferentes regiões do País tenham a oportunidade de se capacitar, e ainda contribui para suprir a demanda crescente por cursos", explica Antonio M. Moreiras, gerente de Projetos e Desenvolvimento do NIC.br.

O treinamento a distância utiliza a metodologia de Aprendizagem baseada em Problemas, com módulos introdutórios que abordam como duas máquinas se comunicam em IPv6, como e por que planejar sua rede IPv6, por exemplo. Auxiliam no aprendizado textos explicativos, novos vídeos que complementam o material já produzido pelo NIC.br e o livro Laboratório de IPv6, que ensina o protocolo por meio da prática.

Para tirar dúvidas, os estudantes podem consultar o Fórum de Perguntas disponível na plataforma do curso. As questões serão respondidas dentro do menor prazo possível. Vale ressaltar que o período beta do curso à distância, com inscrições abertas até 8 de junho, será gratuito, auto instrutivo e não possui tutoria.

O desempenho será avaliado por meio de questionários disponíveis ao fim de cada módulo e um certificado será emitido após a conclusão do curso, para aqueles que alcançarem uma nota mínima. Para profissionais de engenharia de redes, professores e estudantes com familiaridade com o assunto, o treinamento deve ter duração de 11 horas. Não há, no entanto, um prazo para conclusão do treinamento; cada interessado poderá fazê-lo no seu ritmo.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/12/2019
NIC.br: A Internet será IPv.6-only e é hora de abandonar o IPv.4

16/09/2019
Governo está bem atrasado com a adoção do IPv.6

09/02/2018
Brasil avança na adoção do IPv6 e fica no top 10 mundial do Google

04/12/2017
Brasil tem 91% dos sistemas autônomos com alocação IPv6

30/08/2017
A10Networks adota o modelo do hardware como serviço

02/06/2017
Brasil salta para 9° do mundo em adoção de IPv6

25/05/2017
NIC.br oferece treinamento a distância sobre IPv6

16/02/2017
Esgotado, IPv4 só será alocado para novas empresas

07/12/2015
Medidas favorecem a adoção e IPv6 dispara no Brasil

14/08/2015
Adesão de órgãos públicos à transição para IPv6 ainda é baixa

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site