Clicky

Acerto TIM/Porto Seguro Conecta garante serviços para 736 mil clientes

Ana Paula Lobo ... 03/10/2018 ... Convergência Digital

O acordo firmado entre a Porto Seguro Conecta e a TIM, que era a prestadora da infraestrutura de rede, para a descontinuidade da operação envolveu a manutenção de todos os serviços contratados pelos clientes da MVNO. A Porto Seguro Conecta desistiu de ficar à frente da operação de Telecom, fato que o mercado já especulava uma vez que houve uma mudança de diretoria e o negócio Telecom deixou de ser um atrativo.

Nos últimos dados da Anatel, a Porto Seguro Conecta chegou a 736 mil acessos, sendo parte do serviço SMP tradicional (voz e dados) e parte de M2M, muito para rastreamento de automóveis. As partes não confirmam, mas o acerto firmado com a TIM assegura, agora, os direitos imediatos dos clientes SMP, mas também serão direcionados para os usuários M2M.

Como não houve ainda a renúncia oficial da licença de MVNO da Porto Seguro Conecta, os clientes seguem operando de forma transparente. Mas serão comunicados da operação e da possibilidade de migrarem para os pacotes ofertados pela TIM. O plano de numeração ficará o mesmo, uma vez que a TIM já socilitou à Anatel a manutenção desses números.

As duas empresas negam que tenha ocorrido uma transferência de carteira de clientes, uma vez que em Telecom, quem é dono do número é o cliente, por conta da portabilidade numérica. Também negam que houve qualquer tipo de compensação financeira pelo negócio e assumem apenas os contratos firmados como atacado e varejo pelo uso da infraestrutura.

Em comunicado ao mercado nesta quarta-feira, 03/10, a TIM informou que celebrou um acordo com a "Porto Seguro Conecta visando garantir a continuidade técnico-operacional dos serviços mediante migração das linhas ativas para rede da TIM". A Porto Seguro decidiu encerrar suas atividades no mercado de Telecomunicações - os rumores da insastifação dos controladores  acontecia desde o final do ano passado. A empresa foi a primeira a atuar como MVNO, operadora de telefonia móvel virtual. Somava, então, cerca de 563 mil linhas, concentradas, de acordo com a TIM, nos serviços M2M. A TIM já era a sua operadora de infraestrutura de rede.

Segundo o comunicado, a TIM proporcionará aos clientes migrados ofertas de voz e dados ainda melhores com manutenção dos valores e dos benefícios para os segurados (por intermédio da própria Porto Seguro) e o alto nível de atendimento. A operação será finalizada somente depois de avaliada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Os valores da incorporação não foram revelados pela TIM.



Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Por casa conectada, Vivo negocia opção de ser acionista minoritária na CDF

A CDF é um marketplace de solulções de assistência residencial e tecnológica e que já é parceira na oferta do Vivo Guru. Os novos serviços serão lançados em breve, mas um deles será voltado para a instalação e  configuração de dispositivos inteligentes.

Huawei: é cedo para dizer quem está dentro ou fora da rede privada do governo

“Existe uma portaria, mas os requisitos ainda não estão completamente claros”, afirma o diretor de cibersegurança da fabricante chinesa, Marcelo Motta.

Oi entra na briga pela fibra ótica em São Paulo

Companhia diz que os pilotos comercial e de rede estão acontecendo e o lançamento ao mercado será no segundo trimestre (abril a junho) para os mercados B2C e B2B. A Oi vai usar 5,2 mil Km de rede própria oriundas da compra da MetroRed e da Pegasus no passado.

Brasileiro retorna ao pré-pago e sonha com superaplicativo

O brasileiro diz que o pré-pago oferece maior flexibilidade de uso, de acordo com pesquisa global feita pela Ding. O estudo também mostra que os brasileiros querem um superaplicativo que combine mensagens instantâneas com mídia social, varejo e serviços.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G