Convergência Digital - Home

Gestores de riscos se sentem incapazes de lidar com o vazamento de dados

Convergência Digital
Convergência Digital - 13/12/2019

O estudo Accenture 2019 Global Risk Management Study da Accenture, realizado com cerca de 700 executivos nos setores bancário, de seguros e do mercado de capitais em todo o mundo, elenca os principais fatores de risco e desafios para a gestão financeira frente às novas tecnologias, considerando o cenário de novas e complexas regulamentações, fraudes sofisticadas e ataques cibernéticos.

Alguns dados de destaque da pesquisa são:

• Cerca de 58% dos gerentes de risco entrevistados ​​dizem que os riscos associados às tecnologias disruptivas têm um impacto maior em seus negócios hoje do que há dois anos.

• Já os riscos associados às violações de dados tiveram o segundo maior aumento no impacto percebido: 55% dos executivos relatam aumento.

• 89% dos entrevistados entendem que não são totalmente capazes de avaliar os riscos associados à adoção da IA, 91% e 95% dizem o mesmo sobre a automação de processos robóticos (RPA) e blockchain, respectivamente.

• 72% dos entrevistados ​​dizem que novos riscos complexos e interconectados estão surgindo em um ritmo mais rápido do que sua própria capacidade de acompanhamento.

• Quase três quartos (72%) dos entrevistados disseram que novos riscos complexos e interconectados estão surgindo mais rapidamente do que nunca.

"À medida que o cenário de riscos continua mudando e evoluindo - com uma complexidade crescente na proteção contra violações de dados e na administração de novas ameaças interconectadas - gerentes de riscos precisam se adaptar e adotar novas ferramentas e abordagens, incluindo fontes mais amplas de dados, advanced analytics e IA, mesmo diante de um cenário de crescentes pressões de custo ", disse Steve Culp, diretor executivo sênior na Accenture, que lidera a prática de finanças e riscos da empresa.

Com os vazamentos de dados, muitos dos riscos que as empresas de serviços financeiros enfrentam hoje são multidimensionais e interdependentes, afetando várias partes dos negócios de diferentes maneiras. Como exemplo, concorrentes não tradicionais surgem em um ritmo crescente e usam ferramentas digitais para ganhar participação de mercado de forma rápida. Além disso, criminosos constantemente invocam novas maneiras de lançar ataques cibernéticos.

E as empresas frequentemente precisam gerenciar o potencial de expor vulnerabilidades inesperadas toda vez que experimentam tecnologias novas, mais flexíveis e poderosas, como IA, machine learning e blockchain. De acordo ainda com o relatório, os três principais obstáculos à implementação de advanced analytics em toda a análise de risco são os silos de dados, falta de clareza quanto à regulamentação e desafios de integração com sistemas legados. Por outro lado, os gerentes de risco sabem que precisam melhorar a maneira como coletam e analisam dados para gerar insights úteis.

Por exemplo, quase dois terços (63%) disseram que estão melhorando sua capacidade de coletar dados em toda a empresa e 66% disseram que estão aprimorando sua capacidade de analisá-los. Por fim, o estudo observa a necessidade de obter dados tradicionais mais rapidamente e utilizar novas fontes de dados, incluindo marketing e mídia social, para ajudar a responder a ameaças e agregar valor aos negócios.



ARTIGO . Por Melissa Torgbi

Cientista de dados: seja curioso, se envolva e tenha muita disposição para resolver problemas

Há muita empolgação acerca do termo “ciência de dados” atualmente. Para nós que queremos ser cientistas de dados, há alguns requisitos. Um deles: ter muita, mas muita vontade de aprender o tempo todo.

Destaques
Destaques

Governo digital: qualidade do serviço passa pela integração dos dados

O bom resultado dos serviços digitalizados passa por uma infraestrutura de TI robusta, com dados interoperáveis em todas as camadas, aponta o VP da Oracle, Rodrigo Solon Chaves.

Empresas ambicionam mais Inteligência Artificial, mas sofrem com falta de talento

Um apesquisa global da Bain mostra que três em cada empresas, instigadas pela covid-19 e a aceleração da digitalização, se preparam para investir mais em inteligência artificial e machine learning. Mas assumem que as dificuldades não são poucas.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O que é o balanceamento de carga de alta disponibilidade?

Por Ivan Marzariolli *

A alta disponibilidade começa com a identificação e eliminação de pontos únicos de falha em sua infraestrutura que podem desencadear uma interrupção do serviço - por exemplo, implantando componentes redundantes para fornecer tolerância a falhas no caso de um dos dispositivos estiver com problemas.

Dados em tempo real fazem toda a diferença no e-commerce

Por Leandro Rodriguez*

O tempo se tornou o fator crítico no relacionamento entre vendedor e comprador. Levar informações em tempo real a uma filial local ou a gerentes de loja pode ser determinante para a aquisição de clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site