Covid-19: teles desligaram mais do que adicionaram clientes no mês de junho

Ana Paula Lobo* ... 03/08/2020 ... Convergência Digital

A Covid-19 impactou o mercado brasileiro de telefonia móvel. Em junho, segundo dados da Anatel, o segmento fechou com 225,14 milhões de linhas ativas, sendo que todas as teles desligaram mais clientes do que adicionaram a suas bases. Os dados são da Anatel. O número de desligamento de linhas ficou em 179.875 mil acessos.

No total, o saldo foi negativo em 179.875 linhas ativas desligadas. A TIM foi a empresa que mais desligou acessos, e fechou o mês com 246,87 mil usuários a menos que em maio. O mês de junho, manteve o market share nacional: Vivo em primeiro lugar, Claro na segunda posição, principalmente por conta dos clientes incorporados com a compra da Nextel, TIM e Oi.

O impacto da Covid-19 desacelerou a expansão do pós-pago, a menina dos olhos das teles e onde houve o maior investimento de atração. No pós-pago, que ficou com 49,3% do mercado, foram 111.053.438 milhões de linhas ativas. No pré-pago, que ficou com 50,7%, ficaram 114.095.871 milhões de acessos ativos. No pré-pago, todas as operadoras perderam linhas ativas. A TIM foi a que mais desligou, com 198 mil. Seguida da Vivo, com 135 mil, Claro, com 69 mil, e Oi com 48,6 mil.

De acordo com os dados da Anatel, a Vivo lidera no ranking dos clientes pré-pagos, com 31,29 milhões de clientes. Depois vem a TIM, com 30,7 milhões; a Claro, com 26,6 milhões; e a Oi, com 24,2 milhões.

*Com informações da Anatel


Internet Móvel 3G 4G
Para TIM, migração para banda Ku vai atrasar ainda mais 5G

Presidente da operadora, Pietro Labriola, diz que opção pelos filtros nas parabólicas é saída mais pragmática. “Não podemos leiloar uma frequência que ficará ociosa”, afirma.

SindiTelebrasil muda marca para Conexis. Rodrigo Abreu, da Oi, assume comando

Abreu substitui o presidente da Algar Telecom, Luiz Alexandre Garcia, que ficou à frente da entidade nos últimos cinco anos. Prioridades de Abreu são o leilão 5G e fazer valer a Lei das Antenas no dia a dia real das teles.

Relator no Senado propõe desoneração de IoT e VSats sem mudar texto da Câmara

Relator do PL 6549/19 na CCT, senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) sustenta que isenção de Fistel, Condecine e CFRP vai, na prática, aumentar a arrecadação . “Ganho líquido na arrecadação será de R$ 2,9 bilhões”, afirma. 

Empate suspende decisão do STF sobre desbloqueio de celular em 24 horas

Operadoras questionam no Supremo uma lei do Rio de Janeiro que determina o desbloqueio da linha 24 horas após quitação de dívida. Placar está em 5 a 5. 

Para Oi, assinatura básica teria que ser acima de R$ 100 para pagar concessão

Presidente da Oi, Rodrigo Abreu, diz que a pandemia foi ruim para o setor e que a busca pelo equilíbrio é fundamental. “O ‘break even’ seria mais caro que um pacote básico de banda larga."

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G