Clicky

INOVAÇÃO

Software livre venceu e desapareceu. Agora tudo é serviço.

Ana Paula Lobo e Luís Osvaldo Grossmann ... 05/06/2020 ... Convergência Digital

O software livre venceu. Está na base das grandes plataformas globais, abertos e acessíveis. Mas ao mesmo tempo, desapareceu. É como avalia o cientista, professor e empreendedor Sílvio Meira. Ao conversar sobre software livre no CD Em Pauta desta sexta, 5/6, o fundador do Porto Digital, em Recife, destaca que o jogo se deslocou para os serviços. 

“Todas as plataformas globais de software como serviço já são fundeadas em software livre, em software aberto. Se olhar o software liberado por Google, Microsoft, Facebook, Amazon, que está na internet para ser usado, criou capacidade de fazer quase tudo. Ficou muito fácil fazer plataforma. Mas ao mesmo tempo o software está desaparecendo. Sumiu. Virou ‘no source’, ou melhor, ‘no software’, em oposição a closed ou open software, dizia Marc Benioff. Virou prover o serviço”, afirma.  

E a estrutura, o ecossistema para a oferta do serviço é o diferencial de capacidade. “Vamos imaginar que tivéssemos acesso a todo o código de Google. O que íamos fazer com isso? Nada. Porque montar uma coisa parecida com Google, para competir com o Google, só em hardware custaria US$ 50 bilhões. Datacenters, cabos de comunicação, refrigeração, satélites, o diabo a quatro. Quem vai fazer isso? A utilidade de ter o ‘source’ é infinita se você quer fazer uma coisa diferente. Se quiser fazer igual ao que já tem um gigante fazendo, não vai conseguir. Então de certa forma o software livre venceu, mas ao vencer, desapareceu.” Veja a participação de Silvio Meira falando sobre o software livre. Aqui, a entrevista completa:https://youtu.be/wa40su954ww


Cloud Computing
Uso da Ciência de Dados e da IA multiplicou por 20 nas empresas nacionais em três anos

Pesquisa global da Accenture aponta que 40% das organizações ouvidas no País já adotam os recursos de IA e cloud, enquanto três anos atrás, esse percentual era de apenas 2%. Cloud computing já é presente em larga escala em 74% das companhias, mas há um dado negativo: apenas 2% das companhias ouvidas conquistaram maturidade nas suas operações.

Câmara aprova marco legal das startups

Entre as inovações, empresas iniciantes poderão ser beneficiadas por regras diferenciadas de agências regulatórias como a Anatel. Texto vai ao Senado.

Ericsson processa Samsung por patentes em briga de até R$ 900 milhões

Impacto faz parte da projeção da fabricante sueca no lucro com royaltes que pode deixar de receber no trimestre.  Essa não é a primeira batalha entre as empresas. Em 2012, a Samsung pagou US$ 650 milhões à Ericsson.

Huawei: setor elétrico tem de priorizar cibersegurança para evitar apagões

Flávio Hott, gerente de produto para Energia da fabricante, disse ainda que smart grids em 4G, e depois no 5G, são investimentos efetivos para melhorar o desempenho operacional das redes.

Copel vai investir R$ 3,5 bi em redes inteligentes

Presidente da estatal, Daniel Slaviero, prevê também a chegada da compra direta de energia pelo consumidor até por celular, como ocorre na Europa. A partir de 02 de janeiro, começa a instalação dos medidores inteligentes em 450 mil unidades.

Dynatrace: Na saúde, o software tem de ser perfeito para garantir a jornada digital

A saúde digital aumenta a complexidade dos ambientes internos de TI, observou Marco Aurelio Silva, territory manager da Dynatrace, ao participar do 5X5 TecSummit.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G