Relator exige subsídio ao Bolsa Família para parcelar Fistel e teles reclamam

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/08/2020 ... Convergência Digital

Está na pauta de votação desta quarta, 5/8, na Câmara dos Deputados, a conversão em lei da Medida Provisória 952/20, que prorrogou o pagamento do Fistel, Condecine e CFRP pelas operadoras de telecomunicações, como medida econômica relacionada à pandemia de Covid-19. 

Além de adiar de 31 de março para 31 de agosto o recolhimento dos tributos, que juntos somam cerca de R$ 4 bilhões, a MP permite às empresas dividir o pagamento em cinco parcelas. Mas para acessarem essa opção, o relator, deputado e ex-ministro das Comunicações André Figueiredo (PDT-CE), inclui no texto a concessão de um bônus de R$ 20, por três meses, como subsídio a pacotes de telefonia móvel. 

“Desses 20 reais de bônus, 15 reais serão convertidos em créditos tributários a serem deduzidos das contribuições devidas a título de Fistel. Em outras palavras, as prestadoras se comprometem a oferecer um bônus mensal a seus assinantes carentes, que será custeado parcialmente pela União, e parcialmente pelas próprias prestadoras. A operacionalização da adesão dos usuários elegíveis ao benefício foi deixada a cargo da Anatel”, explica o deputado. 

Com período certo, o impacto da medida é limitado, completa. “Estimamos o impacto orçamentário e financeiro da proposta em, no máximo, R$ 630 milhões, considerando que a concessão do benefício implicará em renúncia fiscal de R$ 15,00 mensais por três meses consecutivos para cada um dos 14 milhões de beneficiários do Bolsa Família.”

As operadoras não gostaram da novidade. Em manifesto subscrito por teles grandes, provedores regionais de internet e pequenos prestadores (Abrint, Abrintel, Feninfra, Neo, Telcomp e Sinditelebrasil), reclamam que “os pontos previstos na medida original foram prejudicados” e que o “parecer apresentado traga insegurança jurídica e/ou insira outros temas relevantes para as telecomunicações e para a sociedade sem o devido tempo e instâncias devidas para o debate e a sua maturação”. 

“Não há sentido em condicionar o diferimento tributário à adesão ao Plano já que os tributos serão quitados no mesmo exercício fiscal, não havendo ônus ao Estado. Em segundo lugar, se trata de uma política pública - ou seja, é de responsabilidade do Estado - cuja adesão deve ser voluntária, respeitado o princípio da liberdade econômica.”

Adicionalmente, reclamam que o parecer mantém a prorrogação de março para agosto, mas prevê a cobrança de juros desde o prazo original. Alegam que “o parecer fixar correção monetária retroativa para os valores diferidos vai na contramão do atual momento econômico, além de contribuir para a insegurança jurídica do país”. 


Internet Móvel 3G 4G
Aplicações são prioridade no laboratório 5G da NEC no Brasil

Com a meta de ser um orquestrador do 5G na sua volta à telefonia móvel, a NEC estrutura um laboratório, que começa a funcionar em janeiro de 2021, para fazer valer a validação das aplicações, conta o diretor da NEC, Roberto Murakami.

Carlos Baigorri toma posse no Conselho Diretor da Anatel

Em cerimônia no Ministério das Comunicações, o novo conselheiro afirmou que "a Anatel tem diversos desafios para o ano que vem, como o leilão de 5G, e temos que garantir que a conectividade chegar a todos rincões do País, com qualidade e a preços acessíveis à população para que todos os brasileiros possam exercer a sua cidadania”.

Feninfra diz que sem desoneração da folha país perde R$ 2 bilhões e 500 mil empregos em Telecom

Segundo a presidente da entidade, Vivien Suruagy, caso o Congresso não derrube o veto de Bolsonaro à medida, haverá um "apagão de tecnologia" no país.

STJ confirma condenação da Telefônica por falta de cartões telefônicos

Multa estipulada foi de R$ 3 milhões, por conta da não venda de cartões indutivos de 20 unidades. Condenação da operadora foi mantida pela 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça.

Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

Plataforma OiPlace chega ao mercado com mais de 3 mil produtos. Tele também incluiu canal ao vivo no Oi Play, a partir da mudança da regra de conteúdo na Internet pela Anatel.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G