INOVAÇÃO

Bradesco: Next não vai 'matar' o banco tradicional

Por Roberta Prescott ... 11/06/2019 ... Convergência Digital

O banco digital do Bradesco, o Next, não vai substituir a operação tradicional. "Existe espaço para os dois modelos de negócio e temos a preocupação, na área de inteligência, de embarcar [no tradicional] as novidades tecnológicas que testamos no mundo digital", explicou Octavio de Lazari Junior, diretor-presidente do Banco Bradesco, durante palestra no CIAB Febraban, congresso de tecnologia da informação para instituições financeiras que ocorre de 11 a 13 de junho, em São Paulo.

Lazari Junior acrescentou que as agências físicas vão, sim, mudar de perfil e enfatizou que o Next foca em um público mais jovem, das novas gerações. "O Next vem para o público dos millennials, que querem jornada nova, que têm preocupação não com o produto, mas com a experiência que vão ter, por exemplo, chamando Uber pelo Next ou encomendando comida", disse, completando que o Next está ativando quase nove mil novas contas por dia, somando atualmente 1,5 milhão de clientes. "Aproveitar os ensinamentos do Next para o banco incumbente foi a maior sabedoria."

O diretor-presidente do Bradesco explicou como uma arquitetura de TI adaptável foi essencial para levar a cabo o projeto do Next para permitir a integração com diversos parceiros que se conectam com o banco por meio de interface de programação de aplicativos (APIs, na sigla em inglês para application programming interface). O Bradesco também faz uso da metodologia ágil. "Houve uma evolução no jeito de pensar e fazer: de produtos para o cliente para experiência para o cliente, para que o banco seja realizador de sonhos", resumiu.

Ele destacou que open banking é inevitável, mas deve resguardar as questões de segurança. "Open banking é sempre desejável pelo quanto você pode fazer, mas tem sempre de preservar e se preocupar com as características de segurança, porque sabemos quantos ataques sofremos por dia. Então, tem de tomar os devidos cuidados de segurança, com critério e validação nas nossas plataformas", pontuou.

Acerca da presença do Bradesco fora do Brasil, Lazari Junior afirmou que a aquisição do BAC Florida Bank, nos Estados Unidos — a operação foi anunciada em maio por US$ 500 milhões —, servirá de base para a expansão no segmento de private bank nos EUA.

"O BAC nos chamou muito a atenção, porque, além de ser plataforma de private bank estruturada, tem estrutura de atendimento de broker, de mortgage, e tem banco digital muito arrumadinho que faz captação de investimentos em 49 Estados dos EUA. Podemos crescer muito com ele a partir de uma plataforma única em Miami. Mas fazer banco de varejo nos EUA nem pensar", disse. O BAC Florida vem oferecendo, a partir da Flórida, por 45 anos, diversos serviços financeiros nos EUA, com destaque para pessoas físicas de alta renda não-residentes.


Cloud Computing
CADE aprova compra da Red Hat pela IBM sem restrições, mas ainda avalia prática de gun jumping

Tribunal do órgão regulador descartou impacto na concorrência, mas ainda vai analisar se houve eventual prática de gun jumping – quando uma operação é consumada sem a autorização prévia do órgão antitruste. Multa, nesse caso, varia de R$ 60 mil a R$ 60 milhões.

Brasil monta centro para dados, IoT e industria 4.0 com Fórum Econômico Mundial

Sede será instalada no Instituto de Pesquisa Tecnológica de São Paulo e deverá entrar em operação no primeiro semestre de 2020.

Economistas lançam livro sobre Inovação associada à economia do compartilhamento

Paulo Bastos Tigre e Alessandro Maia Pinheiro analisam o impacto dos novos negócios, sob a ótica da academia, na economia digital.

ANAC faz consulta pública sobre futuro dos drones

Órgão regulador da aviação civil quer ouvir a opinião da sociedade sobre como conduzir a operação das aeronaves não tripuladas no País. Consulta irá até o dia 05 de fevereiro de 2020.

Iluminação inteligente é uma das apostas da NEC com Internet das Coisas

O gerente de soluções da engenharia da NEC do Brasil, Eduardo Ribeiro, diz que a fornecedora- que atua como orquestradora de soluções- criou uma plataforma multisegmento, baseada em inteligência artificial, para acelerar a adesão dos serviços inteligentes nos municípios brasileiros.

Desconexão entre Academia, governo e empresas trava inovação no Brasil

Em Israel, afirma o co-fundador e CEO da IBI-Tech, Daniel Skaba, a sinergia do ecossistema de Inovação foi crucial para impulsionar os negócios.
 



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G