Clicky

Convergência Digital - Home

CSC Brasil vira QADS e investe em conselho de notáveis em TI

Convergência Digital
Convergência Digital - 22/01/2021

A CSC Brasil, comprada pela Qintess no ano passado, agora se chama QADS - Qintess Analytics & Decision Science, braço de Data Science e Process Excellence. Com mais de 100 talentos em ciência de dados, a QADS inova na formação de um conselho consultivo, composto por executivos e acadêmicos, com objetivo de guiar sua evolução em ciências de dados.

Presidido por Nana Baffour, CEO, Chairman e Chief Culture Officer da Qintess, o conselho será secretariado por Antonio Fonte, executivo com mais de cinco décadas de experiência no setor de tecnologia em empresas e instituições globais, e terá a participação de Andre Gutierrez, Diretor Executivo da QADS. Também fará parte do conselho:

Ivan Moura Campos é empreendedor e professor Emérito  da Universidade Federal de Minas Gerais há 26 anos. Possui o título de  PhD em Ciências da Computação pela University of California Los Angeles (UCLA). Na iniciativa privada, exerceu a função de Diretor da ICANN, além de ser sido membro do conselho do Brazilian Internet Steering Committee. Ocupou cargos de liderança nas áreas de Ciências e Tecnologia do estado de Minas Gerais e também do Governo Federal brasileiro.

Mamede Lima-Marques atuou como professor das universidades de Brasília e da Federal de Uberlândia, nas áreas de ciências da computação e tecnologia da informação. Possui Pós-doutorado pela UNICAMP e é Ph.D. em Ciência da Computação pela Université Toulouse III Paul Sabatier, da França. É fundador e diretor do Centro de Pesquisa em Arquitetura da Informação FCI/UnB, onde atuou no Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação. Também deu aulas na Ecole Nationale de lAviation Civile, Toulouse e no Conservatoire National des Arts et Métiers, Brive-la-Gaillarde, ambos franceses.

Maria Cristina Ferreira de Oliveira, cientista da computação pela Universidade de São Paulo, possui título de PhD em Electronic Engineering pela University of Wales do, Reino Unido. É professora Titular no ICMC - Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP, com ênfase em Metodologia e Técnicas da Computação. Também faz parte do assessoramento da CAPES, do CNPQ e da FAPESP, maiores instituições brasileiras de apoio à pesquisa científica.  Foi editora-chefe do Journal of the Brazilian Computer Society (JBCS), do qual também exerceu a função de membro do conselho.

Rogério Dias possui mais 35 anos de experiência na indústria de TI, tendo atuado com sistemas de automação bancária e projetos de soluções complexas para ambientes de missões críticas. Iniciou carreira na CIMCORP e é o atual responsável por coordenar as atividades de backoffice da Qintess, apoiando executivos e líderes nas execuções diárias das ações táticas, operacionais e estratégicas, além de liderar processos de fusões e aquisições.


Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Destaques
Destaques

Justiça do DF diz que dados em nuvem não têm proteção contra quebra de sigilo

Para o relator do caso, "dados armazenados em nuvem não evidenciam uma comunicação de dados" e, por isso, não estariam protegidos pela legislação. 

"Chegamos para brigar com AWS, Google e Azure na nuvem pública", diz José Nilo, da Huawei

Empresa monta o seu segundo data center no Brasil, em local não revelado por segurança, e diz que vai também aumentar presença na oferta de Kubernetes e contêineres, hoje dominada pela Red Hat, da IBM.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A Covid-19 e o governo digital

Por Marcos Boaglio*

A digitalização impõe adotar uma cultura de inovação na qual se fomente a experimentação, derrubar barreiras a partir de novos veículos de aquisição e implementar uma classificação de dados moderna, assim como desenvolver capacidades para empoderar os trabalhadores para finalmente aproveitarem as novas tecnologias.

Dados, quem sabe usar, sobrevive. Quem não sabe, fica fora da corrida!

Por Douglas Scheibler*

Se tem algo que não falta para 2021, são perguntas. Quando teremos a vacina eficaz para a Covid-19? Poderemos encerrar o isolamento social? Retomaremos nossas rotinas normais? Tudo isso ainda não tem resposta. Mas o que norteará a tomada de todas estas decisões, além de muitas outras nos ambientes social, empresarial e pessoal, serão dados. E em relação aos dados, já há tendências bem evidentes.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site